Acessar o conteúdo principal

Polícia de Washington divulga vídeo de mais uma ação violenta contra um negro

Manifestação contra o racismo e a violência policial , em 28 de agosto de 2020, no Monumento a Lincoln, em Washington.
Manifestação contra o racismo e a violência policial , em 28 de agosto de 2020, no Monumento a Lincoln, em Washington. AFP
Texto por: RFI
3 min

A Polícia de Washington divulgou nesta quinta-feira (3) um vídeo de uma ação em que um jovem negro é morto por um policial, no dia anterior, na capital dos Estados Unidos, ato que gerou novas manifestações contrárias ao racismo e à violência policial. Deon Kay, que tinha acabado de completar 18 anos, foi baleado no peito enquanto fugia da polícia na cidade onde morava.

Publicidade

Os policiais intervieram "depois de terem visto nas redes sociais um vídeo do homem portando uma arma", especificou o chefe da polícia, Peter Newsham, durante entrevista coletiva.

De acordo com as imagens da câmera portada pelo policial, este persegue um primeiro suspeito e se vira quando Deon Kay parece sair da traseira de um veículo com uma arma na mão. O agente atira uma vez e o jovem desmaia, segurando o peito. De acordo com as imagens, de baixa qualidade, ele não parece estar apontando sua arma para a polícia.

O policial disse que atirou antes de Deon Kay jogar sua arma, que foi encontrada a quase 30 metros de onde ele caiu, de acordo com Newsham. Kay foi levado a um hospital local, onde foi declarado morto. Duas pistolas foram recuperadas e a polícia prendeu dois suspeitos, enquanto um terceiro escapou, informou o chefe da polícia. Ele acrescenta ainda que a vítima era um "membro conhecido de uma gangue de bairro" e tinha "extenso" histórico criminal.

Na noite desta quarta-feira (2), dezenas de manifestantes protestaram em frente à delegacia de polícia do bairro para exigir justiça após o que eles consideram ser mais um erro policial. “No clima atual, não apenas em Washington, mas em todo o país, a desinformação pode potencialmente levar a alguma perturbação em nossa cidade e essa é a última coisa que queremos”, declarou Peter Newsham para explicar a rápida disseminação do vídeo.

Onda de protestos

O episódio ocorre depois de meses de protestos contrários à brutalidade policial contra a minoria negra nos Estados Unidos, simbolizada pela morte de George Floyd, um afro-americano sufocado por um policial branco em Minneapolis no final de maio.

Um outro afro-americano do estado de Wisconsin também foi gravemente ferido por sete balas à queima-roupa disparadas por um policial branco em 23 de agosto. Este ato causou tumultos na cidade de Kenosha, em que duas pessoas foram mortas a tiros.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.