Colômbia/FARC

EUA consideram que morte de chefe militar das Farc é "conquista extraordinária"

Agentes da polícia transportam o corpo de Mono Jojoy, chefe militar das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, as Farc.
Agentes da polícia transportam o corpo de Mono Jojoy, chefe militar das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, as Farc. Reuters

O presidente norte-americano Barack Obama deve se encontrar nesta sexta-feira com o presidente colombiano Juan Manuel Santos. O líder dos Estados Unidos pretende felicitar o país sul-americano pela morte de Mono Jojoy, o chefe militar das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, as Farc.

Publicidade

"A morte do chefe militar das Farc é uma conquista extraordinária", dirá Barack Obama ao presidente colombiano, Juan Manuel Santos. Esse acontecimento, considerado fundamental pelo governo norte-americano, será citado por Obama no encontro com Santos, hoje, em Nova York, segundo um porta-voz da Casa Branca. Os dois líderes vão tratar ainda de assuntos bilaterais, regionais e globais, de acordo com o porta-voz.

Na noite desta quinta-feira, as Forças Armadas colombianas divulgaram imagens do corpo de Mono Jojoy, o segundo membro mais importante da guerrilha, abatido na noite de segunda para terça-feira, na operação Bem-vinda, contra o principal acampamento das Farc, na serra de La Macarena. Além de Mono Jojoy, morreram no ataque militar outros vinte guerrilheiros que formavam seu cordão de segurança.

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos.

O presidente Juan Manuel Santos, no poder há um mês, explicou em Nova York que 30 aviões e 26 helicópteros colombianos participaram da operação realizada em conjunto por forças do Exército e da polícia. Para Santos, a morte do chefe militar é o maior golpe já aplicado contra as Farc.

Analistas estimam que a morte do chefe militar vai desorganizar a guerrilha marxista na Colômbia, tanto do ponto de vista militar como econômico. O grupo que Mono Jojoy comandava era o mais rico da guerrilha.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.