Rússia/Venezuela

Hugo Chavez inicia na Rússia turnê internacional

O presidente da Venezuela, Hugo Chavez.
O presidente da Venezuela, Hugo Chavez. Reuters

O presidente da Venezuela, Hugo Chavez, inicia hoje uma série de viagens internacionais a seis países. A primeira escala é a Rússia, mas o périplo do presidente venezuelano inclui ainda a Bielorrússia, Ucrânia, Líbia, Portugal e o Irã, onde Chavez encontrará Mahomoud Ahmadinejad no próximo dia 19.

Publicidade

Durante os dois dias de sua visita, Hugo Chávez deve conversar com o presidente russo Dimitri Medvedev sobre temas nas áreas de defesa, energia e finanças. Em um comunicado, a presidência russa afirmou que considera Caracas um "parceiro-chave" na América Latina.

Entre 2005 e 2007, Chávez assinou contratos de compra de armamentos russos no valor de US$ 4,4 bilhões. Por sua parte, o governo de Medvedev está disposto a ajudar a Venezuela a desenvolver a produção de energia nuclear para fins pacíficos.

Entre os destaques do programa de Chávez em Moscou está a assinatura do documento de criação de um banco russo-venezuelano para financiar projetos de interesse conjunto. Um projeto de construção de sete mil habitações na Venezuela e a participação de um consórcio russo na exploração petrolífera de uma rica jazida no leste do país também serão examinados pelos dois presidentes.

Depois da Rússia, Chávez vai visitar ainda Irã, Bielorússia, Ucrânia, Síria, Argélia e Portugal, em uma viagem que deve durar no total dez dias. Há vários anos, Hugo Chávez cultiva com esses países relações baseadas inicialmente em afinidades políticas e depois em importantes acordos de cooperação. A estratégia faz parte da sua política de promover uma nova ordem mundial e de tentar contrabalançar a influência dos Estados Unidos na América Latina.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.