Estados Unidos/Alemanha

Divergências marcam visita de Merkel a Washington

O presidente americano, Barack Obama com a chanceler alemã, Angela Merkel
O presidente americano, Barack Obama com a chanceler alemã, Angela Merkel Reuters

A chanceler alemã Angela Merkel está nesta terça-feira nos Estados Unidos para uma visita oficial de apenas um dia. Ela é recebida com honras de Estado pelo presidente Barack Obama, apesar das divergências recentes entre os dois países sobre a intervenção militar internacional na Líbia.

Publicidade

Esta é a primeira visita oficial de um governante alemão a Washington desde 1995, quando Helmut Kohl foi recebido por Bill Clinton. Angela Merkel se reúne com o presidente Barack Obama na Casa Branca. Os dois líderes devem discutir a situação no Oriente Médio, no Afeganistão, a sucessão de Dominique Strauss-Kahn no FMI e temas econômicos como a crise da dívida europeia.

Os Estados Unidos consideram vital a relação com a Alemanha, um parceiro histórico e importante no mundo. Antes mesmo da agenda oficial nesta terça-feira, Obama teve um jantar privado com Merkel na noite de segunda-feira, em Washington. A abstenção alemã na votação do Conselho de Segurança da ONU sobre a intervenção na Líbia incomodou as autoridades americanas. Obama deseja que a Alemanha dê um maior apoio às operações militares na Líbia que visam o fim do regime de Kadafi.

Nesta terça-feira, o presidente americano vai condecorar pessoalmente a chanceler alemã com a medalha “Presidential medal of freedom”, a mais alta condecoração civil americana destinada às pessoas que contribuem com a segurança e o interesse dos Estados Unidos. A visita de Merkal a Washington será encerrada com um jantar de gala em homenagem a chanceler alemã na Casa Branca.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.