Detetive Columbo

Morre em Los Angeles o ator americano Peter Falk

O ator Peter Falk interpretando o personagem que lhe deu fama mundial, o detetive Columbo.
O ator Peter Falk interpretando o personagem que lhe deu fama mundial, o detetive Columbo. Reuters

A família de Peter Falk, famoso pelo papel do detetive Columbo, na série policial que foi um sucesso na televisão mundial entre 1971 e 2003, informou a morte do ator ocorrida na quinta-feira, em Los Angeles. Falk estava com 83 anos e sofria do mal de Alzheimer, uma espécie de demência senil.

Publicidade

Um comunicado divulgado nesta sexta-feira pela família do mais famoso detetive da história da televisão informa que Peter Falk faleceu em paz, em sua casa de Beverlly Hills, na noite de 23 de junho. A causa exata da morte do ator não foi divulgada, mas há vários anos era de conhecimento público que ele sofria de mal de Alzheimer, uma doença neurodegenerativa que leva à perda de contato do portador com o mundo exterior.

Falk marcou a história da televisão por sua interpretação do detetive Columbo, na série policial do mesmo nome, em que ele encarnava um detetive desajeitado do Departamento de Homicídios da Polícia de Los Angeles, que acabava sempre esclarecendo os casos mais escabrosos, com ar de quem não quer nada, por meio de detalhes que passavam despercebidos pelo telespectador. A série começou a ser transmitida em 1971 e ficou no ar até 2003 nos Estados Unidos, sendo exibida até hoje em televisões a cabo internacionais. O ator também interpretou papéis no cinema e chegou a ser indicado duas vezes para o Oscar de melhor ator coadjuvante, em 1960 e 1961.

Em 2009, a família de Peter Falk travou uma batalha judicial em torno da fortuna do ator. Shera Falk, esposa de Peter Falk durante 34 anos, entrou com um processo na justiça para impedir que a filha adotiva do ator, Catherine Falk, tivesse o direito de administrar os bens do pai. A relação entre pai e filha era problemática, segundo Shera.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.