Acessar o conteúdo principal
Extradição/Noriega

França assinou decreto de extradição de Noriega para o Panamá

Manuel Noriega está detido na França desde 2010, após 20 anos de prisão nos Estados Unidos.
Manuel Noriega está detido na França desde 2010, após 20 anos de prisão nos Estados Unidos. Photo : AFP
Texto por: Silvano Mendes
2 min

As autoridades francesas confirmaram nesta quarta-feira terem assinado o decreto de extradição para o Panamá de Manuel Noriega. O ex-ditador, expulso do poder em 1989, cumpria pena por lavagem de dinheiro em Paris desde 2010, após duas décadas de prisão por tráfico de drogas nos Estados Unidos. 

Publicidade

O decreto já havia sido assinado pelo primeiro-ministro francês François Fillon em 6 de julho, mas só agora a informação foi divulgada. A saída do país ainda depende de uma decisão do juíz. Uma audiência para confirmar a extradição de Manuel Noriega já está marcada para o dia 8 de setembro.

O ex-ditador dispõe ainda de um prazo de um mês para recorrer da decisão, mas seu advogado já avisou que não pretende contestar o decreto. “Se ele não quer recorrer, o decreto será notificado às autoridades panamenhas. Elas deverão em seguida organizar rapidamente a transferência do ditador”, informou Christina Fages, a porta-voz adjunta do ministério francês das Relações Exteriores.

O governo do Panamá pediu a extradição de Manuel Noriega para que o ex-ditador, que tem atualmente 77 anos, possa cumprir sua pena em seu país de origem. Ele foi condenado pelo desaparecimento de vários opositores nos anos 80, e também deve responder por outros crimes cometidos quando era chefe das forças armadas do regime.

Após duas décadas preso em Miami por tráfico de drogas, Manuel Noriega havia sido extraditado para a França em 2010. Três meses depois ele foi condenado a sete anos de prisão por lavagem de dinheiro.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.