Estados Unidos/Terrorismo

Estados Unidos relembram atentados de 11 de setembro

Reuters
4 min

Neste domingo, completam-se 10 anos dos atentados às Torres Gêmeas em Nova York e também da queda de dois outros aviões: na Pensilvânia e no Pentágono, perto de Washington. Cerca de 3000 pessoas morreram nesses atentados terroristas. As homenagens começaram neste sábado no Marco Zero e nos demais locais que se tornaram símbolos da tragédia.

Publicidade

Com colaboração de Cleide Klock, correspondente em Nova York.

Nova York se divide em sentimentos. As homenagens já começaram a acontecer. Familiares das vítimas se abraçaram e choraram neste sábado, no Battery Park, perto de onde ficavam as Torres Gêmeas. Em meio a 3 mil bandeiras americanas, centenas de pessoas se deram as mãos, para um minuto de silêncio.

A poucos passos, na capela St. Paul, onde os bombeiros trabalharam durante os dias de socorro, milhares de fitas brancas pedem paz. As coroas de flores também se espalham pelo sul da cidade, um tributo a quem perdeu a vida e a quem se dedicou ao trabalho pós-atentado.

Vários edifícios foram coloridos de luzes azul, vermelha e branca, as cores da bandeira americana. Mas junto com essas atitudes patriotas e de compaixão, o medo também é uma realidade. Policiais estão espalhados por toda a cidade, revistando carros, metrôs e qualquer atitude suspeita, devido à noticia de que a AlQaeda estaria preparando outro ataque, como declarou a secretária de estado Hillary Clinton.

Linhas de metros e ônibus foram suspensas na cidade e a segurança é ainda maior em túneis e pontes. Neste sábado o presidente Obama se reuniu com a equipe de segurança e pediu pra aumentar ainda mais a vigilância e o estado de prontidão. Ele declarou também que os Estados Unidos estão mais fortes hoje do que há 10 anos e que a Al Qaeda está a caminho da derrota.

Bush e Clinton

Os ex-presidentes americanos George Bush e Bill Clinton participaram neste sábado da homenagem aos “heróis” do vôo 93 em Shanksville, na Pensilvânia. No local caiu um dos quatro aviões usados pelos terroristas, matando os 40 passageiros e a tripulação. Os “heróis” impediram que os terroristas atingissem o Capitólio, como era a intenção.

Para Bush, “ eles (os passageiros) mostraram o exemplo que inspira a todos”. Emocionado, o ex-presidente Bill Clinton disse que “Deus sabe quantas vidas eles salvaram e impediram os terroristas de cantar vitória”.
George Bush, presidente em exercício quando aconteceram os ataques, e Bill Clinton estiveram acompanhados do atual vice-presidente Joe Biden. Um muro de mármore branco foi erguido no local onde caiu o avião com os nomes dos 40 passageiros.

Homenagens

As homenagens oficiais com a inauguração do memorial começam neste domingo às 8h46 (pelo horário local), no momento exato do choque do primeiro avião contra o World Trade Center.  O nome de todas as vítimas serão lembrados. 

A presidenta Dilma Rousseff enviou neste sábado uma mensagem ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pela celebração dos atentados. Em nota, a presidenta expressa a solidariedade do povo e do governo do Brasil e pesar à nação norte-americana pela data.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.