Venezuela/Chavez

Posse de Chávez ainda não estaria descartada, diz Justiça

O povo se aglomerou em frente ao hospital para prestar apoio a Chavez
O povo se aglomerou em frente ao hospital para prestar apoio a Chavez Foto: Reuters

O vice-presidente Nicolas Maduro disse que Chávez está sendo acompanhado pela mesma equipe médica que o tratava em Cuba. Os representantes do governo venezuelano não deram maiores detalhes sobre o estado de saúde do chefe-de-estado do país, e as imagens da chegada de Chávez, sob embargo, não foram transmitidas na TV. A Justiça estaria aguardando a autorização da equipe médica para organizar cerimônia de posse.

Publicidade

Em uma declaração transmitida pela TV, o presidente interino Nicolas Maduro, que acompanhou Chávez na viagem de Cuba para Venezuela, prometeu que o governo dará mais esclarecimentos sobre o estado de saúde de Chávez nos próximos dias. O canal de TV venezuelano não pôde divulgar as imagens da chegada do presidente venezuelano ao aeroporto da capital venezuelana.

Segundo Maduro, o próprio presidente quis dar a notícia no Twitter. Chávez tem mais de quatro milhões de seguidores em sua conta @chavezcandanga. Além de anunciar seu retorno, ele também agradeceu Fidel e Raul Castro, e o povo cubano e venezuelano. Chávez chegou na madrugada desta segunda-feira em Caracas, e foi levado para o hospital militar Carlos Arvelo.

No país, as autoridades não descartam  a organização de uma cerimônia de posse, um dos motivos do retorno do presidente ao país. Depois de reeleito, Chavez foi autorizado pelo Supremo Tribunal de Justiça a prestar juramento depois do dia 10 de fevereiro. De acordo com uma fonte do tribunal, a Justiça apenas aguarda a autorização da equipe médica.

Dezenas de pessoas se dirigiram até a porta do hospital nesta segunda-feira para manifestar seu apoio a Chávez, vítima de um câncer diagnosticado em 2011. A praça Simon Bolivar, no centro da cidade, também ficou lotada. "Temos que comemorar que o ‘comandante’ está vivo. É preciso apoia-lo, ficar com ele até que ele se sinta melhor’’, disse Jubelis Cordero, empregado de uma empresa de segurança que veio até o hospital para entoar, ao lado de outros eleitores, o lema da campanha do presidente ‘Chavez, coração do povo.’

O governo venezuelano publicou na sexta-feira as primeiras imagens de Chávez no hospital em Cuba. Respirando com a ajuda de aparelhos, ele aparece sorridente, ao lado das filhas. Na sexta-feira, o ministro da ciência e Tecnologia, Jorge Arreaza, disse que o processo de recuperação de Chávez será lento, já que o tratamento é muito difícil e pode trazer diversos efeitos colaterais.’’ O ministro da Comunicação Ernesto Villegas declarou que Chavez  sofre de insuficiência respiratória, e continua respirando com a ajuda de um tubo inserido na traquéia, que dificulta sua fala.

Fidel Castro divulga mensagem de apoio

O líder cubano Fidel Castro divulgou uma mensagem de apoio para Chavez nesta segunda-feira. “Fico satisfeito que ele possa voltar para a terra que tanto ama e para o povo que tanto o apoia’’, diz a carta, escrita neste domingo. ‘’Você aprendeu muito com a vida, Hugo, nesses dias de sofrimento e sacrifícios’’, declarou o líder cubano.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.