Venezuela/ Chávez

Em Caracas, manifestantes pedem prova de vida de Chávez

Milhares de manifestantes pediram mais informações sobre o real estado de saúde de Hugo Chávez.
Milhares de manifestantes pediram mais informações sobre o real estado de saúde de Hugo Chávez. REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

Centenas de estudantes pró-oposição e outros críticos do governo de Hugo Chávez marcharam em Caracas neste domingo para exigir uma prova de vida do líder venezuelano, doente de câncer. A multidão, incluindo vários líderes da coligação de oposição Unidade Democrática, cantou músicas de protesto durante a manifestação, em um bairro central da capital.

Publicidade

Os participantes empunhavam cartazes onde se lia "Diga-nos a verdade!" e "Pare de mentir!". O presidente não é visto ou ouvido há quase três meses, a não ser por fotos divulgadas por seus colaboradores após uma cirurgia contra o câncer, realizada em 11 de dezembro, em Cuba. Desde então, os rumores sobre o real estado da sua saúde só aumentam.

"Eles estão violando a constituição. A Venezuela não tem nenhuma autoridade agora. O presidente Chávez está doente, ele não disse uma palavra em mais de dois meses. Ele não pode governar", disse a manifestante Maria Montero, uma professora de 56 anos.

Autoridades dizem que Chávez está em um hospital militar de Caracas, depois de retornar de Cuba há duas semanas. Embora ele esteja respirando através de um tubo traqueal, incapaz de falar, e submetido à quimioterapia, o presidente continua governando por meio da escrita e outras comunicações, de acordo com membros do governo.

Os opositores, porém, acusam o vice-presidente Nicolás Maduro e outros de mentirem sobre as condições de Chávez. Na mídia e na internet, relatos dão conta de que o presidente pode ter morrido – informação negada pelo governo.

Se Chávez falecer ou renunciar, uma nova votação seria realizada dentro de 30 dias, provavelmente colocando Maduro contra o líder da oposição, Henrique Capriles.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.