Acessar o conteúdo principal
Nevasca/EUA

Previsão de nevasca histórica nos EUA falha e poupa Nova York

Times Square, em Nova York, nesta terça-feira (27).
Times Square, em Nova York, nesta terça-feira (27). REUTERS/Adrees Latif

O serviço nacional de meteorologia dos EUA alertava para uma nevasca “potencialmente histórica” no Estado de Nova York. No entanto, as previsões não se cumpriram e a interdição de circulação pelas estradas foi suspensa na manhã desta terça-feira (27). “A tempestade de neve não foi tão grave quanto o esperado”, declarou Andrew Cuomo, governador do Estado de Nova York. Mas por causa do mau tempo, mais de 4.600 voos foram anulados em Nova York, Filadélfia e Boston.

Publicidade

Cuomo acrescentou que os transportes públicos, interrompidos desde a noite anterior, seriam retomados progressivamente na região de Nova York e Nova Jersey até funcionar a 60% da capacidade, equivalente ao serviço de domingo. Trens suburbanos, metrôs e ônibus tinham sido suspensos por causa do alerta de nevasca.

Silêncio em Nova York

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, havia pedido aos habitantes que permanecessem em casa. Os espetáculos na Broadway foram cancelados e a cidade vivenciou uma noite estranhamente calma.

Segundo o serviço nacional de meteorologia, o Central Park teve 16cm de neve desde segunda. No aeroporto de LaGuardia, foram 29,5cm. Já Long Island, no leste de Nova York, foi a área mais atingida, registrando 40cm de neve. Em Manhattan, a neve foi retirada com máquinas durante a madrugada e a cidade amanheceu com as principais avenidas desbloqueadas. Pontes e túneis foram reabertos.

O governador Cuomo explicou que os aeroportos de Nova York estavam operacionais, apesar dos “inúmeros cancelamentos”. Por causa do mau tempo, mais de 4.600 voos foram anulados nesta terça, segundo o site especializado FlightAware.com, nos aeroportos de Nova York, Filadélfia e Boston.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.