Acessar o conteúdo principal
EUA/ imigração

Califórnia elimina palavra “estrangeiro” de leis trabalhistas

Negros e latinos estão entre as comunidades mais atingidas pelo desemprego nos Estados Unidos
Negros e latinos estão entre as comunidades mais atingidas pelo desemprego nos Estados Unidos Reuters
Texto por: RFI
1 min

A Califórnia deu mais um passo em seus esforços para integrar os imigrantes, adotando novas leis para promover a presença de estrangeiros na vida pública do estado, onde os latinos são maioria. Uma das medidas promulgadas pelo governador democrata, Jerry Brown, elimina a palavra "estrangeiro" da legislação trabalhista.

Publicidade

O governo argumenta que a designação significa uma descrição negativa das pessoas que não nasceram nos Estados Unidos ou não têm cidadania americana. "A palavra 'estrangeiro' não tem lugar nas leis do nosso Estado e, principalmente, não deve aparecer nos contratos com os trabalhadores", disse o senador democrata Tony Mendoza, que redigiu a nova legislação.

A qualificação “estrangeiro” aparecia nas resoluções governamentais desde 1937, quando entrou em vigor uma lei sobre a contratação de imigrantes. A legislação foi modificada em 1970, mas a palavra continuou a ser usada nos registros oficiais.

Apoio a crianças

O governador anunciou também uma maior atenção para as crianças imigrantes, ilegais ou não, dizendo que elas merecem a mesma proteção que qualquer outra criança. O estado é um dos que mais aprova medidas para melhorar a vida dos imigrantes, independentemente da situação legal das pessoas.

Segundo dados do censo, os latinos já são maioria na Califórnia, com 14.990 milhões de habitantes, contra 14.920 milhões de cidadãos chamados "brancos".
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.