Tornados fazem mais de 40 mortos nos Estados Unidos

Estados Unidos: violentos tornados provocam mortes em vários estados.
Estados Unidos: violentos tornados provocam mortes em vários estados. AFP PHOTO/LAURA BUCKMAN

Depois dos tornados que varreram o estado do Texas, devastando a região de Dallas, uma grande região dos Estados Unidos sofreu nesta segunda-feira (28) fortes tempestades, elevando o número de total de mortes no país a 43 pessoas.

Publicidade

Nove tornados foram registrados nas últimas horas de domingo (27), com força rara para esta época do ano, devastando casas e arrastando automóveis em vários estados, numa área que cobre do sudoeste do país até o Canadá.

Depois do Alabama, Mississipi e Geórgia, foi a vez dos governadores do Novo México, Texas e Missouri declararem no domingo (27) estado de emergência em todo ou parte de seus estados para atender aos danos causados pelos fenômenos meteorológicos.

Com centenas de voos cancelados nas áreas afetadas, onde as rodovias também ficaram inundadas, as tempestades acabaram complicando os planos de viagem de milhões de americanos.

O Serviço Meteorológico Nacional enviou alertas de nevascas, queda de granizo e inundações para os próximos dias em razão de uma potente tempestade provocada por uma rara massa de ar quente que teve início no sul dos Estados Unidos na quarta-feira (23). O serviço afirma ainda que nesta segunda-feira (28), 21 estados – do Novo México, no Sul, até o Michigan, no Norte, encontram-se sob observação ou em alerta de tempestades.

Onze mortos no Texas

Ao menos onze pessoas morreram devido aos tornados que atingiram a zona densamente povoada de Dallas-Fort Worth, no Texas, de acordo com as autoridades. Outras três morreram no nordeste de Dallas por causas relacionadas às tempestades, segundo o xerife do Condado de Collin.

A zona mais atingida foi o subúrbio de Garland, em Dallas, onde o governo confirmou oito mortos depois que um tornado alcançou ventos de mais de 320 km/h. Segundo as autoridades da cidade, esta é a segunda vez, desde 1950, que potentes tornados devastam a área.

Imagens aéreas da televisão local mostram fileiras de casas desabadas, enquanto outras perderam o telhado ou tiveram as janelas quebradas. Ao todo, cerca de 600 imóveis ficaram danificados ou destruídos.

Os tornados são comuns no meio-oeste americano durante a primavera (março a junho), mas são raros na temporada de inverno (que começa em dezembro).

Segundo o governador Greg Abbott, o noroeste do Texas enfrenta severas condições invernais, com neve e gelo causando cortes de energia e riscos de inundações.

Neve e inundações

As tempestades provocaram uma forte e rara nevasca no leste do Novo México. A governadora Susana Martinez informou que mais de 40 centímetros de neve caíram em algumas partes do estado, com acúmulos de até 2,4 metros. Martinez mobilizou a Guarda Nacional para ajudar na emergência e pediu aos residentes que se mantenham fora das estradas.

No Missouri, o governador Jay Nixon informou que ao menos oito pessoas morreram no estado devido às inundações.

No vizinho Mississippi, onde o governador Phil Bryant também declarou estado de emergência para lidar com as inundações, fortes chuvas são esperadas para esta segunda-feira. Dez pessoas já morreram no estado em consequência das tempestades.

O estado de Illinois reportou cinco mortos, enquanto que outras oito pessoas morreram em estados sulistas antes e no dia de Natal (25).

O Serviço Meteorológico prognosticou ventos e nevascas fortes no leste do Novo México, Oklahoma e norte do Texas.

A temperatura em Dallas no sábado (26), quando começaram os tornados, estava em 28 graus Celsius (quando a média para dezembro varia entre 4 e 14 graus), mas os meteorologistas preveem que cairá a zero grau na noite de hoje.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.