Tiros/Capitólio

Polícia do Capitólio prende suspeito após incidente com tiros em Washington

Polícia cerca Capitólio, em Washington, após incidente com tiros.
Polícia cerca Capitólio, em Washington, após incidente com tiros. REUTERS/Joshua Roberts

Um suspeito foi ferido e detido nesta segunda-feira (28), após tiros disparados no Capitólio, que abriga o Congresso e a Câmara dos Deputados, na capital norte-americana. O incidente aconteceu no centro de visitas, provocando pânico entre os turistas. 

Publicidade

Uma mulher foi atingida por estilhaços, sofrendo ferimentos leves, e apenas o suspeito foi atingido após intervenção da polícia do Capitólio, informou as forças de segurança em uma coletiva de imprensa. O complexo foi isolado por quase uma hora em seguida aos tiros.

O detetor de alarme teria disparado na passagem do suspeito. Ele chegou a apontar uma arma para os policiais, que reagiram em seguida.

As autoridades anunciaram que o Capitólio poderia voltar a funcionar, mas que o centro de visitas permaneceria fechado.

A identidade do suspeito não foi informada, mas a polícia acredita tratar de um ato criminoso isolado.

Segundo a CNN, o suspeito foi transportado para o hospital. Algumas mídias chegaram a falar que um policial teria sido ferido, mas a informação foi desmentida pela por um porta-voz da polícia.

“Trata-se de um incidente isolado no Capitólio. Não há mais ameaças contra o público”, avisou a polícia da capital através do Twitter.

Cerejeiras atraem turistas a Washington durante feriado de Páscoa

Os congressistas estão atualmente em recesso por causa do feriado de Páscoa, mas é justamente a época em que a capital recebe muitos visitantes, também por causa de famosas cerejeiras em flor pela cidade.

Os prédios da Casa Branca também foram temporariamente isolados e os funcionários foram proibidos de entrar ou sair do complexo, assim como milhares de visitantes que estavam no jardim participando de uma tradicional caça aos ovos de Páscoa.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.