Acessar o conteúdo principal

Cantora Sinead O’Connor é encontrada nos Estados Unidos

A cantora irlandesa Sinead O'Connor, desaparecida desde domingo (15), em imagem de arquivo de 2009.
A cantora irlandesa Sinead O'Connor, desaparecida desde domingo (15), em imagem de arquivo de 2009. REUTERS/Ints Kalnins/File Photo
Texto por: RFI
2 min

A cantora irlandesa Sinead O’Connor, 49 anos, considerada desaparecida pela polícia norte-americana na tarde desta segunda-feira (16), foi encontrada sem ferimentos na periferia de Wilmette, nos arredores de Chicago.

Publicidade

A cantora, que chegou a falar em suicídio recentemente, estava sendo procurada pela polícia do Estado de Illinois, que intensificou as buscas na regiãona tarde desta segunda-feira (16). Segundo informações do site The Hoollywood Reporter, a cantora foi encontrada em local ainda não divulgado por fontes oficiais.

Uma pessoa próxima à artista preveniu a polícia norte-americana nesta segunda-feira, segundo comunicado oficial. A cantora, que sempre se manifestou publicamente nas redes sociais de maneira incisiva, postou inúmeras mensagens preocupantes recentemente em seu Facebook.

Em seu último post, Sinead, originária de Dublin, capital da Irlanda, parece pedir a seu filho de ir ao tribunal na terça-feira (17) para obter a guarda de seu irmão. Em 2015, a cantora sugeriu a seus seguidores na rede social que havia tentado se suicidar por overdose.

Ainda são desconhecidas as razões que levaram Sinead O’Connor aos Estados Unidos, mas a principal possibilidade seria a intenção da cantora de participar de uma manifestação na Carolina do Norte contra uma lei controversa deste Estado que proíbe a utilização de banheiros públicos por transgêneros.

A polêmica artista irlandesa afirmou diversas vezes ter sido sexualmente agredida durante a infância e criticou em diversas oportunidades a Igreja Católica no que se refere à proteção de menores de idade. O principal sucesso da cantora – Nothing compares 2 You -, foi composto por Prince, artista de 57 anos, morto recentemente no último dia 21 de abril.

A cantora está sendo processada atualmente pelo comediante Arsenio Hall por calúnia e difamação por causa de seus comentários no Facebook sobre Hall e o rockstar Prince. O comediante pede uma reparação judicial no valor de US$ 5 milhões.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.