Acessar o conteúdo principal
Tecnologia

Casas "inteligentes" são destaque na maior feira de eletrônicos do mundo

A Consumer Eletronics Show (CES) é o maior encontro da área de tecnologia, com 3,8 mil expositores de 150 países na edição deste ano.
A Consumer Eletronics Show (CES) é o maior encontro da área de tecnologia, com 3,8 mil expositores de 150 países na edição deste ano. DAVID MCNEW / AFP
7 min

Até domingo (8) mais de 165 mil pessoas devem conferir o que nos aguarda o futuro, na feira de eletrônicos mais famosa do mundo, a Consumer Eletronics Show (CES), em Las Vegas. Neste ano, o maior e mais conceituado encontro da área de tecnologia completa 50 anos e reúne 3,8 mil expositores de 150 países, a maior edição em meio século de história. O destaque desta edição são as "casas inteligentes", que conectam eletrodomésticos a um sistema central integrado para ajudar nas tarefas domésticas.

Publicidade

Cleide Clock, correspondente da RFI nos Estados Unidos

Muitas das invenções que já foram apresentadas na feira nunca chegaram ao mercado por, ou não ter apelo para o consumidor, ou não ter apoio suficiente da indústria. Porém, por outro lado, diversos produtos lançados na CES em primeira mão se consolidaram e fazem parte da nossa vida diária.

A grande vedete em 1967, na abertura da CES, foi a TV com circuito integrado, sem válvula, com imagem em preto e branco. O tempo passa e a televisão ainda continua sendo uma das maiores atrações: agora elas são gigantes, inteligentes e tornaram-se computadores ligados à internet.

As grandes fabricantes, como a Sony, Samsung e LG, além de dezenas de outras empresas, apresentaram suas próximas apostas, que vão desde telas que de tão finas e leves podem ser penduradas na parede com ímãs, até as promessas de cores mais nítidas, tons mais precisos e telas que emitem sons.

Esse ano a grande aposta das companhias tem sido as de OLED, que já existem há alguns anos, mas vêm sendo aperfeiçoadas. Essa tecnologia faz com que as imagens tenham cores mais vibrantes e naturais, com mais brilho, contrastes e maior qualidade

A Sony trouxe a TV OLED como carro-chefe e a LG introduziu uma nova TV 4K que é incrivelmente fina, com 2.57 mm. Já a fabricante chinesa Hisense lançou uma TV de 100 polegadas.

Casas Inteligentes, para ajudar nas tarefas domésticas

Fazer com que a tecnologia nos ajude nas tarefas do dia a dia também é uma das maiores apostas da feira: são as chamadas casas inteligentes, que conectam eletrodomésticos a um sistema central integrado. Foi o que mais chamou a atenção do jornalista brasileiro, Fábio Borges, que cobre a feira desde 2011.

"A grande novidade são os dispositivos que funcionam com comando de voz. Uma das grandes indústrias do setor de eletrodomésticos lançou uma geladeira na qual é possível fazer compras pela internet fazendo pedidos para a geladeira. Por comando de voz a pessoa faz o pedido e a geladeira automaticamente efetiva a encomenda junto ao supermercado". Pelo aplicativo do celular também é possível ver o que tem dentro da geladeira e saber a validade dos produtos.

Toda a casa também pode ser controlada através de centrais que atendem a diferentes comandos de voz e colocam outros eletrodomésticos para funcionar. "Tem uns robozinhos que a gente coloca em cima da mesa e eles controlam eletrodomésticos. Por exemplo, é possível você acionar o comando de lavar a louça e o robô manda uma mensagem para a máquina de lavar, que imediatamente começa o circuito. Ou pedir para ele limpar a casa, aí o robô aciona o aspirador de pó", destaca o jornalista.

O brasileiro Gustavo Correa, supervisor regional de vendas da Sony do Canadá, participa pela primeira vez da feira e está apresentando dispositivos inteligentes incorporados ao design da casa. "Tenho uma lâmpada de vidro que pode ser colocada na mesa, que você pode mudar a intensidade e o vidro produz o som da caixa. Você pode escolher a música no celular e mandar por bluetooth para lâmpada. Então você tem algo que fica disfarçado, uma lâmpada bonita que produz um som de alta qualidade", explica.

O brasileiro também está apresentando um projetor portátil a laser do qual é possível projetar fotos, filmes ou a TV na mesa do jantar ou na parede. "O que tem de legal é que você vai ter itens de tecnologia que vão estar integrados com a sua casa", comenta Correa.

Empresas investem em carros autônomos

A CES agora também abriu espaço para os carros autônomos, sem motorista. A Intel, a israelense Mobileye e a montadora alemã BMW anunciaram que uma frota de 40 veículos autônomos chegará às ruas até o segundo semestre deste ano. Os veículos BMW Série 7 farão testes em países da Europa e nos EUA.

A Audi e a NVIDIA subiram juntas ao palco da CES para anunciar um sistema que usa a inteligência artificial para tornar os carros autônomos mais seguros através de redes neurais e aprendizado profundo para compreender o ambiente e determinar os caminhos mais seguros.

A Toyota chamou a atenção ao apresentar o Concept-i, protótipo que antecipa a visão de futuro para a montadora japonesa. O design é bem futurista, mas a intenção da fabricante é oferecer uma experiência ao motorista, com um sistema inteligente que consiga prever as necessidades do dono.

Um dos anúncios que gerou maior ansiedade foi o da startup chinesa Faraday Future que apresentou o carro elétrico FF 91, com design ousado, autonomia de 700 quilômetros com uma única recarga na bateria e capaz de viajar a uma velocidade superior a de uma Ferrari. O FF 91 é parcialmente autônomo: dirige sozinho apenas em rodovias, como os modelos da fabricante norte-americana Tesla.

A empresa também foi responsável pelo maior fiasco da feira: tentou demonstrar o sistema autônomo ao vivo ao longo da apresentação, transmitida via internet. O fundador e presidente executivo, Yt Jia, fez alguns comandos de voz para o carro, mas ele carro não respondeu. Envergonhado, Yt encerrou a apresentação sem anunciar o preço do veículo.

Milhares de Curiosidades

Mas as novidades da feira parecem não ter fim: os drones estão a cada ano decolando mais e mais; o gadgets que ajudam na inclusão de deficientes físicos nos mostram que a tecnologia realmente está a nosso favor: um dos exemplos é uma bengala apresentada na feira, que além de ter GPS, manda mensagens por SMS, por email e faz ligações telefônicas. Foi lançado também um exoesqueleto para ser acoplado no corpo de deficientes físicos.

Mas as curiosidades peculiares vão bem além: uma espécie de espelho avalia se os produtos de beleza estão mudando a pele do rosto; uma cama de bebê inteligente promete acalmar recém-nascidos; uma máquina wireless tira sozinha o leite materno enquanto a mãe dirige; capacetes para ciclistas tocam música e dispensam os fones de ouvido; um guarda-roupa dobra as roupas perfeitamente... Passear por esses corredores nos confirmam que sonhos podem virar realidade, basta pagar por eles.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.