Acessar o conteúdo principal

Primeira nave reciclada chega à Estação Espacial Internacional

A nave reciclada Drago, acoplada ao foguete SpaceX Falcon 9, decola de Cabo Canaveral, na Flórida, em 3 de junho de 2017.
A nave reciclada Drago, acoplada ao foguete SpaceX Falcon 9, decola de Cabo Canaveral, na Flórida, em 3 de junho de 2017. NASA/Bill Ingalls/Handout via REUTERS ATTENTION EDITORS
Texto por: RFI
2 min

A primeira nave espacial reciclada, da empresa SpaceX, aterrissou nesta segunda-feira (5) na Estação Espacial Internacional (ISS), dois dias após ter sido lançada pela Nasa, acoplada a um foguete Falcon 9, de Cabo Canaveral, na Flórida.

Publicidade

Imagens ao vivo da Nasa mostraram nesta segunda-feira (5) a cápsula de carga Dragon se aproximando da estação orbital e sendo capturada por seu braço robótico às 9h52 locais (10h52 de Brasília). Uma "captura completa", reagiu a astronauta americana Peggy Whitson, que manipulava o braço de dentro da ISS.

A nave leva cerca de 2,7 mil kg de material destinado à pesquisa científica, além de suprimentos para a tripulação e ferramentas. Originalmente, o dispositivo participou da quarta missão de reabastecimento da SpaceX, em 2014.

Contrato bilionário com a Nasa

Sua chegada a torna a primeira nave espacial americana a retornar à ISS desde que terminou o programa espacial deste país em 2011. Esta é a 11ª viagem de reabastecimento da empresa privada californiana SpaceX à ISS, prevista em um contrato de US$ 1,6 bilhão com a Nasa.

"Temos agora uma nova geração de veículos, liderada por sócios comerciais como a SpaceX, que constroem a infraestrutura que nos levará ao futuro da exploração", declarou o astronauta da Nasa Jack Fischer durante sua comunicação com o Centro Espacial de Houston.

A SpaceX trabalha agora em uma nova versão de sua cápsula Dragon que deverá transportar uma tripulação à ISS, o que talvez já seja possível no próximo ano.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.