Brasil/Eleições

“Lula toma conta da campanha”, diz El País

Jornal espanhol destaca influência de Lula na campanha de Dilma.
Jornal espanhol destaca influência de Lula na campanha de Dilma. elpais.com

“Luuu-la, Diiil-ma", é nesta ordem que cantam os milhares de militantes da candidata do Partido dos Trabalhadores”, começa a reportagem do jornal espanhol El País, publicada nesta terça-feira. A matéria relata um comício da campanha da candidata do PT, Dilma Rousseff, em Campinas, no interior de São Paulo.

Publicidade

Com o objetivo que “sua herdeira” ganhe ainda no primeiro turno das eleições, o diário espanhol diz que o presidente Lula tem trabalhado bastante nos últimos 15 dias de campanha da candidata do PT. “Lula é realmente o protagonista da campanha e está convertendo cada comício em uma clamorosa despedida”, relata El País.

Quanto à estratégia do presidente, Lula teria desistido de apresentar a ex-ministra da Casa Civil como a “mãe dos brasileiros”, um papel que não combina com “essa mulher elétrica”, para apresentá-la, agora, como a pessoa “com quem ele mesmo aprendeu a governar”.

"Claro que Dilma não pode querer ter os mesmos níveis de popularidade de Lula. Isso nunca passou pela cabeça dela. Engana-se, porém, quem pensa que ela será uma marionete de Lula ou do PT”, garante uma colaboradora de Dilma.

Escândalos de corrupção

Segundo o jornal, quem a conhece ressalta mais a sua capacidade de dizer “não” que sua simpatia. De qualquer forma, mais do que ganhar as eleições, o seu principal problema pela frente será a corrupção, principalmente em pleno ministério da Casa Civil, que ela conduziu desde 2005. “Erenice Guerra, que foi demitida por suspeita de tráfico de influências não era apenas sua simples colaboradora, mas sua autêntica mão direita, durante muito tempo”, observa a reportagem.

Nos comícios, entretanto, Dilma não fala dos escândalos. “O seu discurso não gira em torno do seu trabalho, mas, sim, sobre o legado de Lula”, acrescenta o texto, que cita como exemplo o comício em Campinas. “Foi Lula quem respondeu com raiva, às acusações de corrupção em torno de Dilma, dizendo que a ‘imprensa é mentirosa, a oposição brutal e o Democratas (partido de centro-direita) deveria ser erradicado”, escreve a jornalista espanhola. Um discurso que provocou reações. “O cantor Caetano Veloso, próximo aos Verdes, chamou o presidente Lula de golpista”, relata.

No fim, Lula volta ao “ambiente festivo” do comício: “‘Prestem atenção. Ela tem um coração eficaz e bonito’, brincou o presidente, abraçando Dilma carinhosamente aos gritos de ‘Luuu-la, entoado por milhares de militantes, inclusive pela candidata do PT”, conclui o El País.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.