Enchentes/ Rio de Janeiro

Catástrofe em região serrana do Rio também atinge franco-brasileiros

REUTERS/Bruno Domingos

Não há vítimas fatais ou feridos entre os franco-brasileiros de Nova Friburgo, mas a desolação e os prejuízos materiais são grandes, como relata François Cardona, correspondente da Rádio França Internacional, no Rio de Janeiro. Segundo o consulado francês do Rio de Janeiro, são cerca de 60 franceses e descendentes na área.

Publicidade

Annette Bordage, responsável da Aliança Francesa no Rio de Janeiro, entrevistada pela Rádio França Internacional, conta que o consulado está fazendo o possível para contactar os franceses, mas há dificuldades em definir o número e o paradeiro exato dessas pessoas, pois muitas inclusive já deixaram a região.

Até o momento, nenhum morto ou ferido foi identificado entre a comunidade francesa de Nova Friburgo. Mas os prejuízos são grandes, como conta Marie-Claude, que vive na região desde 1949. “Foi um cataclisma que desceu rochedo abaixo, com uma violência enorme de águas e pedras, capaz de mover rochas de 300, 400 toneladas”, diz Marie-Claire. “A rua que levava até a minha propriedade desapareceu; a casa está intacta, um milagre”, acrescenta.

A família de Marie-Claire tinha uma criação de porcos. Dos cerca de mil animais, 700 foram soterrados por toneladas de lama. Os porcos que sobreviveram, rondam a esmo, esfomeados. Urubus sobrevoam a propriedade.

A franco-brasileira Catherine conta que seu pai, já morto, construiu a casa da família em Nova Friburgo, há 20 anos. Hoje a propriedade está invadida pela lama. “Ele dizia que era para sempre, mas quem vai querer comprar a casa, para onde vamos?”, questiona Catherine.

Nova Friburgo nasceu com a chegada de colonos suíços no começo do século 19, vindos da região de Fribourg, a partir de uma permissão dada pelo então rei Dom João VI . Cerca de 260 famílias suíças se instalaram na área. Em 1824, o contingente populacional foi reforçado com imigrantes alemães.

Ouça reportagem, em francês:

Reportagem Nova Friburgo

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.