Brasil/Rússia

Rússia proíbe importação de carne de empresas brasileiras

Rússia proíbe entrada de carnes e produtos derivados de proteínas animais vindos do Brasil
Rússia proíbe entrada de carnes e produtos derivados de proteínas animais vindos do Brasil Reuters

As autoridades russas decidiram suspender a partir de 15 de junho a importação de carnes e produtos derivados de 89 empresas brasileiras. A decisão foi tomada após a constatação de deficiências nos serviços veterinários dos produtores, registrados durante uma inspeção recente. O Brasil é um dos principais fornecedores de carne da Rússia.

Publicidade

As 89 empresas visadas pelo embargo estão situadas no Paraná, Mato Grosso e Rio Grande do Sul. Segundo as autoridades sanitárias da Rússia, a decisão de proibir a importação de carnes e outros produtos derivados de proteína animal de empresas brasileiras foi tomada para alertar os fornecedores locais. “Com essa medida, expressamos nossa desconfiança com relação aos serviços veterinários destes Estados, que não puderam garantir o cumprimento dos requisitos”, declarou Alexei Alexeyenko, porta-voz do departamento de segurança alimentar da Rússia. Carnes bovina, suína e de frango de 23 unidades do Mato Grosso, 27 do Rio Grande do Sul e 39 do Paraná são visadas pelo embargo.

A suspensão da importação das 89 empresas já começa no próximo dia 15 e foi decidida após uma inspeção realizada no Brasil, que teria constatado o não-cumprimento de algumas normas de importação exigidas na Rússia. Os brasileiros “não foram capazes de introduzir um sistema para atender os requerimentos da União Alfandegária”, disse o representante de Moscou.

O Brasil é um dos principais fornecedores de carne da Rússia. Atualmente os produtores brasileiros são responsáveis por 45% da carne bovina consumida pelos russos. Cerca de 35% da carne de porco e 19% da carne de aves também vem de empresas brasileiras. Antes do embargo, 236 empresas brasileiras exportavam carne para a Rússia.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.