Acessar o conteúdo principal
Arquitetura/Niemeyer

Exposição em Paris celebra obra de Niemeyer

Fotografias históricas, objetos raros e uma grande maquete de Brasília fazem parte da exposição parisiense.
Fotografias históricas, objetos raros e uma grande maquete de Brasília fazem parte da exposição parisiense. Divulgação: www.pcf.fr

A aventura da construção de Brasília, que completou semana passada 53 anos, é retratada numa exposição parisiense que celebra a obra de seu criador, o arquiteto Oscar Niemeyer, morto em dezembro aos 104 anos. A mostra “Brasília, meio século da capital do Brasil”, está em cartaz na sede do Partido Comunista francês, um dos edifícios projetados pelo brasileiro.

Publicidade

A exposição parisiense traz 200 peças, entre documentos inéditos, fotografias históricas, objetos raros e uma grande maquete de Brasília, considerada o principal legado de Niemeyer. “O objetivo da mostra é render um tributo ao espírito de Niemeyer, que deu leveza e liberdade ao cimento armado, a mesma liberdade que guiou seus pensamentos e sua orientação política”, afirma Danielle Athayde, curadora da exposição.

As obras estão expostas na sede do Partido Comunista francês, edifício projetado pelo arquiteto brasileiro em 1965. A construção visionária em forma de S, com uma enorme cúpula branca, foi classificada Monumento Histórico em 2007.

Também são homenageados na mostra o urbanista Lucio Costa e o paisagista Roberto Burle Marx, que ajudaram Niemeyer a criar a capital brasileira. A exposição “Brasília, meio século da capital do Brasil” fica aberta ao público até 15 de junho.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.