Acessar o conteúdo principal
Brasil/Argentina

Brasil e Argentina reforçam cooperação em defesa cibernética

Brasil e Argentina reforçam cooperação para defesa cibernética.
Brasil e Argentina reforçam cooperação para defesa cibernética. Scott Eells/Bloomberg via Getty Images
2 min

Os ministros da Defesa do Brasil, Celso Amorim, e da Argentina, Agustín Rossi, reunidos nesta sexta-feira em Buenos Aires, concordaram em reforçar a cooperação no setor de defesa cibernética. Os dois paises vão criar um “subgrupo de trabalho bilateral nesse campo”, segundo uma declaração conjunta divulgada após o encontro entre os dois chanceleres.

Publicidade

Rossi destacou a importância de estimular a participação das Forças Armadas na investigação e desenvolvimento tecnológico do setor de defesa cibernética. Ele acrescentou que a cooperação vai permitir que ambos os países “diminuam as situações de vulnerabilidade”. Amorim enfatizou que Brasil e Argentina estão numa zona de paz e que isso é “o principal trunfo hoje da América Latina”.

O anúncio bilateral acontece após as revelações de que a Agência Nacional de Segurança dos EUA espionou as conversas telefônicas da presidente Dilma Rousseff e do presidente mexicano, Enrique Peña Nieto.

O texto indicou a conclusão da fase de desenvolvimento do projeto bilateral de veículo leve Gaúcho (4x4 leve de uso geral aerotransportável) e o começo da etapa de avaliação e certificação, deixando aberta a possibilidade para os dois países "iniciarem no futuro o processo de fabricação desses veículos".
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.