Acessar o conteúdo principal
Brasil/Expo 2020

São Paulo perde para Dubai disputa para sediar Expo 2020

Fogos de artifício em Dubai depois do anúncio da vitória da cidade para sediar a Expo 2020.
Fogos de artifício em Dubai depois do anúncio da vitória da cidade para sediar a Expo 2020. Reuters
Texto por: Leticia Constant
2 min

São Paulo foi a primeira eliminada na disputa final para sediar a Exposição Universal de 2020. Dubai, que fez uma apresentação impressionante, venceu a disputa. Foram três votações para escolher entre as quatro cidades, São Paulo, Dubai, Ekaterimburgo e Izmir. São Paulo foi eliminada na primeira votação, Turquia na segunda e a Rússia foi derrotada no duelo final. O resultado não foi uma surpresa para a delegação brasileira que, mesmo assim, aspirava ser a primeira cidade da América Latina a sediar o evento.

Publicidade

Ainda não vai ser desta vez que São Paulo organizará uma Exposição Universal. O próprio prefeito da capital, Fernando Haddad, reconheceu as qualidades da candidatura de Dubai, que impressionou e conseguiu os votos da maioria das delegações dos 165 países que integram o organismo responsável pelos votos.

Apresentação teve  "canja" de Gil

 A apresentação das qualidades paulistanas para sediar o Expo 2020 tentou mostrar os diversos atrativos da cidade. A diversidade cultural ligada aos imigrantes, as universidades, a força de sua inclusão social e a cultura sob todas as suas formas, além da infraestrutura da hotelaria e dos transportes foram valorizados. Para completar, o cantor e ex-ministro brasileiro da Cultura, Gilberto Gil, fez um show cantando "No, woman  don't cry"e “Imagine".

Mas todo esse esforço não foi suficiente para convencer o júri.

A derrota não foi exatamente uma surpresa para a delegação, nem para o prefeito da capital, Fernando Haddad, que 'pegou o bonde andando' depois de ser eleito.

Ao longo da conversa com os jornalistas na terça-feira, o prefeito afirmou seguidas vezes que o plano infraestrutural será mantido independentemente da vitória na concorrência. E afastou as insinuações de que haveria descontentamentos dentro de seu governo com relação ao projeto, herdado da gestão Kassab.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.