Estados Unidos/FMI

Brasil vai crescer 0,3% em 2014, diz FMI

Consumidores economia
Consumidores economia Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Em seu novo relatório, o Fundo Monetário Internacional (FMI), rebaixou suas previsões de crescimento mundial, incluindo o Brasil. De acordo com o fundo, o país sofreu a degradação mais importante entre as principais economias do mundo, e deverá escapar “por pouco” da recessão neste ano, com uma taxa de crescimento do PIB 0,3%.

Publicidade

O número é próximo das últimas previsões feitas pelos analistas do mercado financeiro, que apostavam em 0,29%, mas confirma a desaceleração da economia brasileira. A previsão anterior do crescimento do PIB era de 1,3%, segundo o documento.

De acordo com o FMI, a baixa se explica pela baixa competividade, a falta de confiança dos investidores e as condições financeiras mais desfavoráveis, marcadas pela alta das taxas de juros em abril de 2014, que reduziram os investimentos. O resultado impacta o emprego e provoca a alta do crédito, "que pesam no consumo". Ainda de acordo com o relatório, é esperada uma retomada da atividade para 2015, com um crescimento de 1,4%.

O motivo é o “fim da incerteza política em torno das eleições.” As últimas previsões são mais pessimistas do que os resultados divulgados em julho e foram anunciadas dois dias depois do primeiro turno das eleições no Brasil, que confirmou o duelo entre Dilma e Aécio Neves. A inesperada participação do candidato do PSDB no segundo turno foi recebida com euforia pela Bolsa de São Paulo, que fechou nesta segunda-feira em alta de cerca de 5%. Os investidores criticam o intervencionismo da política de Dilma.

De maneira geral, o FMI ressalta que toda a região da América Latina deve ter uma alta do PIB de 1,3% em 2014, contra 2% previsto em julho, e 2,2% em 2015. A situação, diz o fundo, “reflete fatores externos, levando em conta o desempenho mais fraco das exportações, previsto em um contexto de deterioração das condições comerciais”, diz o relatório.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe todas as notícias internacionais baixando o aplicativo da RFI