Acessar o conteúdo principal
Brasil/relatório

Relatório da corrupção da Transparência Internacional cita escândalo da Petrobrás

http://vozdoacre.com
Texto por: RFI
1 min

A ong Transparência Internacional divulgou nesta quarta-feira (3) o Índice de Percepção da Corrupção (IPC), que coloca o Brasil em 69° no ranking dos países menos corruptos, atrás do Uruguai e do Chile e de alguns países africanos. O escândalo da Petrobrás foi citado no relatório.

Publicidade

O Brasil subiu três posições entre 175 países neste ano. A pontuação vai de 100 a zero – do menos ao mais corrupto. Em 2014, o indíce passou para 43 pontos, um a mais do que no ano passado. De acordo com o relatório, "corrupção e lavagem de dinheiro" são um problema para os países do BRICs (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

O documento também cita o escandâlo da Petrobrás e o envolvimento de políticos, sem mencionar diretamente o nome da empresa, e ainda destaca o uso de contas bancárias em paraísos fiscais pelos russos e indianos.

Dinamarca e Nova Zelândia são os menos corruptos

O país que obteve a melhor nota no relatório deste ano foi a Dinamarca, seguido pela Nova Zelândia e a Finlândia. Em último lugar estão o Sudão, o Afeganistão e o Sudão do Sul. A Ong calcula o índice a partir de perguntas feitas a representantes da sociedade civil, como agências de risco, empresários e investidores. A pontuação vai de 100 a zero – do menos ao mais corrupto.

Relatório da corrupção da Ong Transparência Internacional critica BRICs

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.