Brasil/Jogos

Primeiros Jogos Mundiais Indígenas reúnem tribos de 23 países em Palmas

Os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas reúnem etnias de 23 países
Os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas reúnem etnias de 23 países Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Um ano após a Copa do Mundo e um ano antes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, o Brasil vai sediar mais um grande evento esportivo e cultural. De 23 a 31 de outubro, Palmas, capital do Tocantins, receberá os I Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (JMPI 2015).

Publicidade

A competição inédita é realizada pelo Comitê Intertribal Memória e Ciência (ITC), em parceria com o Governo Federal, a Prefeitura de Palmas, o Governo do Tocantins e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

Povos indígenas de 23 países, como  Nova Zelândia, Congo, Mongólia, Rússia e Filipinas, e mais 24 etnias brasileiras estão na capital de Tocantins para os Jogos Mundiais. O evento será realizado na Vila dos Jogos, complexo esportivo adaptado às necessidades específicas das modalidades, que oferece ampla programação para o desenvolvimento de atividades das comunidades indígenas. Acontecerão competições também no Estádio Nilton Santos, em campos de futebol da cidade e no Rio Tocantins.

O investimento do Ministério do Esporte nos Jogos Mundiais Indígenas inclui acordo de cooperação de US$ 13 milhões com o Pnud e convênio de R$ 4,2 milhões com a prefeitura de Palmas. O site oficial do evento e o site do Ministério do Esporte têm a cobertura completa dos Jogos Mundiais.

Arena Verde

A Arena Verde, criada para o evento, é a sede da cerimônia de abertura, com o ritual de Acendimento do Fogo Sagrado, orações de agradecimento das lideranças espirituais indígenas e competições e demonstrações esportivas tradicionais. Também será o palco da festa de encerramento, com capacidade para receber 5 mil espectadores.

Já a Aldeia Okara hospedará as etnias nacionais, e a Oca da Sabedoria acolherá as representações indígenas, promovendo uma arena de debates, reflexões, intercâmbios culturais, mostras artesanais e interação.

A Oca Digital é uma área onde serão disponibilizadas estações de computadores com acesso livre à internet. Haverá realização de minicursos, workshops e conversas interativas voltadas para as áreas de tecnologia, inovação e criatividade, com foco na inclusão digital e em assuntos interculturais.

Feiras

Uma feira vai apresentar, divulgar, fortalecer e comercializar o artesanato indígena. Além da venda de arte tradicional, a feira terá uma programação diversificada, com shows de artistas nacionais e performances indígenas de grupos locais e internacionais.

Já a Feira da Agricultura Familiar Indígena é destinada à comercialização, troca e apresentação de alimentos in natura, orgânicos e sustentáveis, oriundos de terras indígenas.

O objetivo é promover os produtos, gerando uma nova consciência ambiental, baseada na valorização da agricultura indígena. Outra atividade a ser desenvolvida é o estímulo da troca de sementes tradicionais entre os povos indígenas participantes do evento. O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) é o principal apoiador da iniciativa, além de parceiro institucional.

Alimentação

Ao todo, 140 profissionais estarão envolvidos na área de alimentação e bebidas dos Jogos Mundiais Indígenas, com a produção estimada em 220 toneladas de comida durante os 15 dias que envolvem a operação do evento.

A elaboração do cardápio foi fruto de um trabalho complexo, que incluiu levantamentos da história das etnias e contato constante com as principais fontes de informação da área.

Além de valorizar a cultura, os JMPI vão incentivar a aquisição de alimentos de produtores e cooperativas indígenas, muitos já certificados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) com o selo de Produtor Indígena. Após os Jogos Mundiais, a experiência será transformada em um livro.

Jogos Nacionais

A relação do Ministério do Esporte com os povos indígenas é antiga. Desde 1996, o Governo Federal apoia a versão nacional da competição, os Jogos dos Povos Indígenas, que tem como objetivo a integração das diferentes comunidades, o resgate e a celebração cultural.

Jogos Mundiais dos Povos Indígenas em Palmas, TO

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.