Acessar o conteúdo principal
RFI Convida

“O problema do Brasil não é a cultura, é a educação básica”, diz Miguel Rio Branco

Áudio 07:04
Miguel Rio Branco na Maison Européenne de la Photographie
Miguel Rio Branco na Maison Européenne de la Photographie Gabriel Brust / RFI
Por: Gabriel Brust

O RFI Convida foi até a Maison Européenne de la Photographie, em Paris, conversar com Miguel Rio Branco, que construiu uma longa carreira desde 1964 como artista plástico, fotógrafo e diretor de cinema. Miguel veio do Rio, onde vive, até a capital francesa para abertura da exposição Boîte Noire, ou Caixa Preta, do fotógrafo alagoano Celso Brandão, da qual é o curador.

Publicidade

Nesta entrevista, Miguel Rio Branco fala sobre a proposta de extinguir o Ministério da Cultura no Brasil e critica as políticas de incentivo cultural: “Não é necessário ter um Ministério da Cultura separado da Educação. O que precisa é a educação mais forte e que a cultura venha junto”.

Miguel Rio Branco também conta como descobriu as fotos do Celso Brandão, que ficaram guardadas por duas décadas e meia, e sobre as exposições da Maison Européenne de la Photographie, que traz três nomes da foto brasileira, Vik Muniz, Joaquim Paiva e Marcel Gautherout.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.