RFI Convida

Voos diretos da Air France/KLM vão transformar Fortaleza em hub de conexões, diz governador

Áudio 13:47
O governador do Ceará, Camilo Santana, nos estúdios da Rádio França Internacional. 02/05/2018
O governador do Ceará, Camilo Santana, nos estúdios da Rádio França Internacional. 02/05/2018 Foto: RFI Brasil

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), participa nesta quinta-feira (3) do voo inaugural da rota Paris – Fortaleza, criada pelo grupo KLM-Air France em parceria com a companhia aérea brasileira GOL. A conexão direta vai representar uma grande oportunidade para o desenvolvimento do turismo e de negócios para o estado e outras regiões do nordeste brasileiro.

Publicidade

A nova rota prevê, a princípio, cinco voos semanais, três de Amsterdã e dois de Paris para a capital cearense. Um terceiro partindo da capital francesa foi anunciado para novembro. Os trajetos serão feitos por aeronaves de 268 e 278 lugares.

Em entrevista à RFI Brasil, o governador Camilo Santana explicou que o estado ganhou a concorrência com outras capitais por questões geográficas e apelo turístico, mas também pelos incentivos fiscais oferecidos às empresas do setor.

“Havia um interesse de empresas aéreas para criar uma rota de conexões para servir o nordeste brasileiro e países da Europa, Ásia e outros continentes. A nova rota é resultado de mais de um ano de negociações das companhias com o governo do Estado”, afirmou.

Acordos entre os governos municipal e estadual permitiram a criação de leis que se traduziram em interessantes benefícios fiscais para as empresas operarem no trajeto, que será feito em cerca de sete horas entre Paris e Fortaleza.

“Há uma isenção de ICMS estadual nos combustíveis. Foi uma forma de convencer as empresas a se instalarem. Era preciso criar pelo menos 50 voos para convencê-las a criar um grande centro de conexões”, justificou.

O Ceará, já servido por linhas aéreas internacionais, vai expandir num primeiro momento de 8 para 48 a oferta mensal de voos, de acordo com o governador.

Ao se tornar um importante hub de conexões de voos nacionais e internacionais, o Estado pretende se beneficiar do fluxo de cargas e  também de passageiros. Para isso, o governo local pretende investir em programas turísticos para que os visitantes em conexões tenham interesse em conhecer Fortaleza e outras atrações do Estado.

Além do turismo, a rota direta deve representar grandes perspectivas de investimentos. Na viagem inaugural, o governador e sua comitiva serão acompanhados de uma delegação de empresários franceses que farão uma viagem de prospecção para futuros negócios. Será a ocasião para as autoridades locais apresentarem a zona portuária onde está instalada a “free zone”, área isenta de impostos federais e estaduais.   

União das esquerdas e defesa de Ciro Gomes

Durante a entrevista à RFI, ao comentar a situação política atual do Brasil, Camilo Santana defendeu uma união das esquerdas para as eleições de outubro.

Diante dos obstáculos para viabilizar a candidatura do ex-presidente Lula, o governador insiste no projeto de formalizar uma candidatura única para conquistar o Palácio do Planalto.

“Cada partido está lançando um candidato. O PDT com Ciro Gomes, a candidata do PC do B, o próprio ex-presidente Lula pelo PT. Eu defendo que esses partidos possam dialogar e construir uma candidatura única”, disse.

No entanto, o governador cearense pede cautela ao se referir a possíveis nomes para agregar essas forças que se encontram fragmentadas. “É difícil para o partido que está liderando as pesquisas ceder uma cabeça de chapa numa eleição presidencial”, admite, em referência à proposta do ex-ministo Jacques Wagner de alinhar um vice do PT à candidatura de Ciro Gomes.

Santana lembra, no entanto, que foi um dos primeiros a defender o nome do ex-ministro e ex-governador cearense para liderar uma união das esquerdas e partidos progressitas. “Eu defendi lá atrás, mas é uma discussão que precisa ser aprofundada no partido. É importante neste momento os partidos de esquerda e centro-esquerda construírem um projeto para o país”, finalizou.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.