Acessar o conteúdo principal
Brasil

Imprensa internacional repercute ataque contra Bolsonaro em Juiz de Fora

Jair Bolsonaro, au moment de son attaque à l'arme blanche le 6 septembre 2018 à Juiz de Fora, en pleine campagne électorale.
Jair Bolsonaro, au moment de son attaque à l'arme blanche le 6 septembre 2018 à Juiz de Fora, en pleine campagne électorale. Raysa LEITE / AFP
Texto por: RFI
3 min

Os sites de vários jornais em diversos países repercutiram rapidamente a notícia sobre o ataque visando o candidato à presidência do Brasil, Jair Bolsonaro, ferido durante um evento eleitoral em Juiz de Fora nesta quinta-feira (6).

Publicidade

Baseada em informações da imprensa brasileira, a mídia internacional relatou o episódio. A rede de televisão francesa LCI traz uma foto do candidato e um vídeo do momento da agressão divulgado nas redes sociais. “O deputado brasileiro Jair Bolsonaro, candidato da extrema-direita na corrida presidencial, foi atacado com uma arma branca durante um comício”, conta a emissora em seu site.

O jornal britânico The Guardian também traz um vídeo do momento do ataque e informa que, segundo seu filho Flavio Bolsonaro, o presidenciável teve apenas ferimentos “superficiais” e confirma que, de acordo com a polícia local, o autor da agressão já foi detido.

O diário português Público divulgou as primeiras reações dos adversários de Bolsonaro, veiculadas pelas agências de notícias ou nas redes sociais. "Fernando Haddad, que é o candidato mais provável do Partido Trabalhista, no caso de Lula da Silva não se poder candidatar, disse que o incidente era 'uma vergonha'", conta o jornal. O diário português também traz a reação de Ciro Gomes, que repudiou o episódio e exigiu que "as autoridades identifiquem e punam o ou os responsáveis por esta barbárie”.

Jornais lembram os "deslizes" de Bolsonaro

O jornal francês Le Figaro lembra que o candidato “lidera amplamente as pesquisas de intenção de voto” e explica para os leitores franceses que Bolsonaro é “um grande admirador da ditadura militar e conhecido por seus deslizes racistas, machistas e homofóbicos”.

O americano The New York Times relata o ataque e também traça o perfil de Bolsonaro. O jornal lembra que o candidato conquistou uma parte do eleitorado com um discurso direto, mas lembra que ele é "amplamente desprezado e temido por muitos brasileiros" e que já foi acusado pela justiça de "incitar o ódio contra negros, mulheres e indígenas".

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.