Acessar o conteúdo principal

Brasil atinge platô e deveria aproveitar para diminuir contaminações, diz OMS

Exame médico de um indígena em Atalaia do Norte (AM), em 20 de junho de 2020.
Exame médico de um indígena em Atalaia do Norte (AM), em 20 de junho de 2020. EVARISTO SA / AFP
Texto por: RFI
2 min

A epidemia do novo coronavírus atingiu um "platô" no Brasil, informou nesta sexta-feira (17) a Organização Mundial da Saúde (OMS), fazendo um apelo para que o país aproveite a oportunidade para controlar as infecções.

Publicidade

"O aumento de casos no Brasil não é mais exponencial, atingiu um platô", disse o responsável de emergências sanitárias da OMS, Michael Ryan, em uma entrevista coletiva virtual.

Ele advertiu que “não há garantia alguma que a tendência de crescimento possa baixar sozinha”, mas reforçou que “é uma oportunidade neste momento para o Brasil fazer os números diminuírem”.

Com 77 mil mortes e mais de dois milhões de casos, o Brasil é o segundo país com maior número de infectados depois dos EUA.

Os números oficiais do Ministério da Saúde do Brasil mostram que mais de 45 mil casos foram detectados e mais de 1.300 pessoas morrem em 24 horas. Mas Ryan declarou que a taxa de infecção foi “estabilizada”.

Vírus parou de dobrar incidência

Ele explicou que o índice de reprodução (R0) para o vírus, que indica a velocidade de contaminação, estava muito alto em abril e maio, atingindo 1,5 e mais de 2,0 em várias áreas. Isso significa que cada pessoa infectada estava contaminando pelo menos outras duas.

Mas Ryan disse que o índice caiu agora entre 0,5 e 1,5, acrescentando que “o vírus não estava, nesse sentido, duplicando a incidência tão rapidamente como antes”.

O representante da OMS fez um apelo para que o Brasil “controle a doença”, declarando que “isso precisa de uma ação bastante firme e coordenada”.

“Até agora, em muitos países, incluindo o Brasil, o vírus esteve no comando, ditando as regras”, disse. “Agora nós é que precisamos ditar as regras para o vírus”.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.