Acessar o conteúdo principal

Poluição influencia peso de recém-nascidos, diz estudo

As grávidas mais expostas a poluição devido a gases de automóveis ou centrais de carvão têm um risco mais elevado de ter bebés mais menores.
As grávidas mais expostas a poluição devido a gases de automóveis ou centrais de carvão têm um risco mais elevado de ter bebés mais menores. Flickr
Texto por: RFI
2 min

As mulheres grávidas mais expostas à poluição provocada pela emissão de gases dos escapamentos de carros e às centrais de carvão correm mais riscos de desenvolver bebês com peso bem abaixo da média. É que revela uma pesquisa publica hoje nos Estados Unidos, a mais extensa já realizada no mundo.

Publicidade

A pesquisa foi publicada na revista médica Health Perspectives. O cientista Tracey Woodruff, da Universidade da Califórnia, em São Francisco, constatou que quanto maior o índice de poluição, mais chances os bebês tinham de nascer abaixo do peso. O estudo se baseia em três milhões de nascimentos ocorridos em nove países e em 14 cidades na América do Norte, na África do Sul, na Europa, na Ásia e na Austrália. A maior parte dos dados foram coletados nos anos 90 e no fim dos anos 2000.

Crianças que nascem com menos de 2,5 quilos têm mais chances de desenvolver doenças crônicas. "Na verdade, todo mundo está exposto a esses níveis de poluição", diz Payam Davdand, do centro de pesquisa em epidemiologia mental, em Barcelona, na Espanha. "Essas partículas microscópicas, que são dez vezes menores que um fio de cabelo humano, estão no ar que todos respiramos."

De acordo com o autor do estudo, os países que possuem uma regulamentação mais rígida para limitar a poluição dos automóveis e das centrais de caborno tem tido resultados satisfatórios. "Nos Estados Unidos, temos demonstrado durante várias décadas que os benefícios da diminuição da poluição para a saúde e o bem-estar são maiores do que os custos", diz.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.