Acessar o conteúdo principal
Saúde

Estudo diz que cigarro eletrônico pode combater o vício do tabaco

Áudio 04:40
Pesquisa da Nova Zelândia afirma que cigarro eletrônico pode ajudar a combater o vício do tabaco.
Pesquisa da Nova Zelândia afirma que cigarro eletrônico pode ajudar a combater o vício do tabaco. Getty Images / Martina Paraninfi
Por: Fabrizio Rosa
6 min

A revista médica britânica The Lancet publicou um estudo da Universidade de Auckland, Nova Zelândia, que afirma que o cigarro eletrônico seria tão eficaz quanto o adesivo de nicotina na redução do consumo de tabaco. Segundo o estudo, 57% dos fumantes que utilizaram o dispositivo diminuíram o consumo de cigarro pela metade, enquanto entre os que utilizaram o adesivo, a diminuição foi de 41%.

Publicidade

Em entrevista para a RFI, o médico autor do trabalho, Chris Bullen, dá mais detalhes sobre os métodos e resultados da pesquisa. A RFI também ouviu André Luiz Oliveira, da Gerência de Produtos Derivados do Tabaco da Anvisa e o médico Antonio Pedro Mirra, do Programa Nacional contra o Fumo da Associação Médica Brasileira, que alertam sobre os riscos que o cigarro eletrônico oferece.
No Brasil, a comercialização do cigarro eletrônico é proibida desde 2009. A resolução da Anvisa baseou-se na falta de evidências do dispositivo eletrônico como um auxiliar no tratamento contra o fumo.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.