Acessar o conteúdo principal
Nobel/Medicina

Nobel de Medicina vai para “GPS” do cérebro

Trio de cientistas recebe Nobel de Medicina por pesquisas no cérebro.
Trio de cientistas recebe Nobel de Medicina por pesquisas no cérebro. REUTERS/Bertil Ericson/TT News Agency
Texto por: Patricia Moribe
1 min

O prêmio Nobel de Medicina de 2014 foi anunciado nesta segunda-feira (6), em Estocolmo, Suécia, para o anglo-americano Johan O’Keefe e para o casal de noruegueses May-Britt e Edvard Moser. Eles foram recompensados pelas descobertas relativas a “células que constituem um sistema de geoposicionamento no cérebro”, segundo o comitê do Nobel.

Publicidade

O "GPS interno" no cérebro permite que a pessoa se oriente em um espaço, demonstrando o fundamento celular de uma função cognitiva superior, segundo o júri do prêmio em um comunicado para a imprensa.

O sistema descoberto permite responder a perguntas simples: “como sabemos onde estamos?”, “como encontrar um caminho que liga um local a outro?” e “e como armazenamos essas informações para encontrar o mesmo caminho rapidamente numa próxima vez?”.

Mapeamento

Johan O’Keefe descobriu em 1971 o primeiro componente desse "GPS". Em 2005, May-Britt e Edvard Moser identificaram um outro componente-chave desses sistemas – células nervosas que criam um sistema de coordenadas para determinar posições.

A recompensa de oito milhões de coroas suecas (R$ 2,7 milhões) vai ser dividido por dois: quatro milhões para O’Keefe e outros quatro milhões para o casal Moser.

Semana de prêmios

Os outros prêmios Nobel serão anunciados nos próximos dias: terça-feira (7), o de Física; quarta-feira, o de Química; quinta-feira, o de Literatura; sexta-feira, o da Paz, e, na próxima segunda-feira (14), o de Economia.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.