RFI Convida

Cristina d’Almeida: Patentes ainda são barreira na luta contra Aids

Áudio 07:48
RFI convida Cristina d'Almeida, consultora na área de economia da saúde, especializada em HIV Aids.
RFI convida Cristina d'Almeida, consultora na área de economia da saúde, especializada em HIV Aids. RFI

Atualmente mais de 35 milhões de pessoas vivem com o vírus da Aids no mundo. Mesmo se um dos grandes desafios da ciência continua sendo a busca de uma cura para a doença, pesquisadores, médicos e ONGs lutam para que os soropositivos tenham uma vida cada vez mais longa e para evitar novas contaminações. No entanto, muitas vezes os obstáculos são muito mais logísticos e econômicos que científicos, como explica Cristina d’Almeida, consultora na área de economia da saúde e gestão tecnológica, radicada na França. Engenheira química e doutora em economia institucional, ela atua principalmente em questões ligadas ao HIV/Aids no Brasil e nos países em desenvolvimento e chama a atenção para a importância da questão das patentes e da propriedade intelectual, que ainda são um obstáculo na luta contra a doença. “Os medicamentos genéricos, de primeira e segunda linha, tiveram uma redução significativa de preço, mas os de terceira linha, não. Isso pode ter um impacto no custo anual do tratamento, que pode chegar a US$ 7 mil por ano, por paciente, o que representa uma barreira importante.”