Acessar o conteúdo principal
Celular

Startups brasileiras marcam presença no MWC 2016, em Barcelona

Stand brasileiro na MWC 2016, em Barcelona.
Stand brasileiro na MWC 2016, em Barcelona. Patricia Moribe
Texto por: Patricia Moribe
3 min

Além das gigantes do mundo dos telefones móveis, muitas empresas menores e cheias de boas ideias também estão no maior congresso mundial do setor: a MWC 2016 (Mobile World Congress), em Barcelona. Representantes do Brasil marcam presença, apesar da crise econômica enfrentada pelo país.

Publicidade

A Softex (Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro) promoveu a participação de 14 empresas brasileiras, reunidas no pavilhão 8 do gigantesco palácio de convenções Fira Gran Via. Renata d'Aguiar, analista de promoção da Softex, explica que é a segunda vez que o Brasil participa do evento e já planeja uma terceira viagem para o ano que vem.

“As nossas empresas oferecem serviços e produtos ligados ao mobile, algumas com aplicativos sob encomenda, outras desenvolvem aparelhos próprios”, diz Renata. “O Brasil está em muita evidência, apesar de estarmos passando por uma crise”, diz a analista. “O produto brasileiro é visto com uma certa segurança, apesar do longo caminho que ainda temos pela frente”, complementa.

“As empresas que estão aqui são maduras no mercado nacional e já têm alguma experiência no exterior”, explica a representante da Softex. “Esta feira é imperdível para o setor”.

Crise brasileira é faca de dois gumes, diz empresário

Laerte Sabino, presidente da Ícaro Tech, especializada em “operações inteligentes”, explica que o objetivo da empresa é ajudar “nossos clientes a melhorar suas áreas operacionais, com redução de custos e melhoria de serviços”. Os clientes, explica Sabino, são dos setores de telecomunicações, de energia, financeiros e outros.

O responsável da Ícaro Tech, com uma filial nos Estados Unidos desde o ano passado, explica que a crise financeira no Brasil tem lados positivos e negativos. “No setor nacional, o mercado interno se retrai e a capacidade de investimento precisa ser mais cuidadosa. Em compensação, a disparidade cambial torna os nossos serviços mais competitivos no cenário internacional”, diz Laerte Sabino.

A MWC 2016 de Barcelona acontece até o dia 25 de fevereiro.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.