Acessar o conteúdo principal
Espanha/Eleições

Para direita espanhola, legislativa deste domingo está ganha

Mariano Rajoy , do Partido Popular, já enviou até mensagem aos mercados financeiros.
Mariano Rajoy , do Partido Popular, já enviou até mensagem aos mercados financeiros. Reuters/Miguel Vidal
Texto por: Leticia Constant
2 min

A direita do país deve obter uma vitória esmagadora nas urnas neste domingo, impulsionada pela revolta do povo diante de uma crise que culminou com o desemprego de 20% da população. Cerca de 36 milhões de eleitores devem ir às urnas para escolher 350 deputados e 208 senadores.

Publicidade

O voto-sanção dos espanhóis, neste domingo, deverá colocar na chefia do governo Mariano Rajoy,  rival do candidato socialista Alfredo Perez Rubalcaba, ex-ministro do Interior do governo de José Luis Rodriques Zapatero.

A falta de carisma de Rajoy não é, certamente, um argumento de peso diante da crise sócioeconômica que a Espanha atravessa. No fundo do poço, depois de sete anos de governo socialista, a virada para a direita é mais do que certa. 

As últimas pesquisas de intenção de voto prevêm uma maioria absoluta e histórica. Mas o sacrifício do povo não deve terminar com a mudança de governo. Atualmente revoltados com o gabinete de Zapatero, que impôs medidas pesadas com seu plano de rigor, os espanhóis não devem escapar, a curto prazo, de novos planos de austeridade. A direita já anunciou cortes orçamentários para tentar salvar as contas públicas .

O país está sob forte pressão dos mercados e Mariano Rajoy terá que agir depressa.

As primeiras reformas, cujas linhas principais devem ser anunciadas nos próximos dias, serão colocadas em ação apenas depois da posse dos novos membros das duas câmaras do Parlamento, em 13 de dezembro, e da posse do primeiro-ministro eleito, a partir do dia 20.

Dia de reflexão para "Indignados"

Neste sábado, grupos de "indignados" se reuniram na Puerta del Sol, em Madri, para refletir sobre o retrocesso político do país com a vitória anunciada da direita.

Apesar da proibição de manifestações políticas nesta véspera de eleição, eles decidiram desafiar as autoridades com pequenas representações teatrais mostrando os problemas da sociedade espanhola atual.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.