Moda/Reino Unido

Fashion Week de Londres começa com "desfile solidário"

Desfile da TopShop na Fashion Week londrina.
Desfile da TopShop na Fashion Week londrina. BFC

Mais de 200 estilistas britânicos e estrangeiros estarão apresentando suas criações nas passarelas da Semana de Moda de Londres. Coleções ecológicas abrem o evento.

Publicidade

Durante seis dias, o centro de Londres será o palco de 66 desfiles, entre eles os de monstros sagrados como Vivienne Westwood e Paul Smith, ao lado de talentos estreantes.O British Fashion Council (Conselho de Moda Britânico), organizador do evento, calcula que 10 mil compradores, fotógrafos e jornalistas do mundo todo acompanharão as últimas tendências da moda inglesa.

Mesmo se a Fashion Week de Londres não está à altura de suas concorrentes de Milão, Paris e Nova York, representa uma contribuição relevante para a economia do Reino Unido, cerca de 119 milhões de euros, criando 816 mil empregos diretos. Globalmente, a indústria da moda representa 44 bilhões de euros, ocupando a 15a posição no ranking das indústrias britânicas, ao lado dos setores de telecomunicações e agroalimentar.

O primeiro desfile da temporada foi o do criador Paul Costelloe, cuja coleção masculina foi inspirada pela estilista francesa Madeleine Vionnet et pelos anos 1920 et 1930, reinterpretados no estilo "rock'n roll".

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.