Acessar o conteúdo principal
Cinema

Filme romeno vence Urso de Ouro no festival de Berlim

A produtora Ada Solomon e o diretor Calin Peter Netzer receberam o Urso de Ouro de melhor filme pelo longa romeno "Child's Pose".
A produtora Ada Solomon e o diretor Calin Peter Netzer receberam o Urso de Ouro de melhor filme pelo longa romeno "Child's Pose". Reuters
Texto por: RFI
3 min

O romeno "Child's Pose", do diretor Calin Peter Netzer, foi o grande vencedor da 63º edição da Berlinale. O filme recebeu no sábado à noite o Urso de Ouro de melhor filme. Já "An episode in the Life on an Iron Picker", do bósnio Danis Tanovic, levou o Grande Prêmio do Júri e o troféu de melhor ator. 

Publicidade

Lucas Besse, colaboração especial para a RFI

"Child's Pose" (Postura da Criança) fala de uma relação patológica entre mãe e filho, que explode quando o jovem atropela e mata uma criança. Por meio da luta da mãe para salvar o filho da cadeia, o filme faz um retrato da sociedade romena hoje.

Ao receber o prêmio, a produtora de "Child's Pose", Ada Solomon, fez um discurso que definiu muito bem a missão do festival. “Falamos muito sobre censura política ao longo de todo o festival. Mas esquecemos de outro tipo de censura também muito perigosa: a comercial. Por isso, gostaria de agradecer aos organizadores da Berlinale, e aos distribuidores e exibidores que apoiam o cinema de arte, porque são essas pessoas que permitem que belos filmes como ‘Child’s Pose’ sejam feitos”, disse.

Ela aproveitou para alfinetar a política de seu país: “Os políticos romenos deveriam prestar mais atenção porque o cinema romeno é embaixador do país no mundo”.

“An Episode in the Life of an Iron Picker” (Um Episódio na Vida de um Catador de Ferro), do bósnio Danis Tanovic, ficou com dois troféus: o do Grande Prêmio do Júri, uma espécie de segundo lugar na competição, e o de melhor ator para Nazif Mujic. 

Ele é um catador de lixo cigano que interpreta sua própria história em um drama real vivido por sua família. Quando sua mulher perdeu o bebê que esperava, ela não tinha plano de saúde e quase morreu porque o casal não podia pagar a cirurgia que salvaria sua vida.

O discurso do ator foi um dos mais emocionados: “Tenho uma mensagem para instituições e políticos: vocês não deveriam olhar para nacionalidade, fé, religião, cor da pele. Se alguém pede ajuda, numa emergência, deve ser ajudado”, disse Mujic, na entrevista coletiva de imprensa após a premiação.

O prêmio de melhor atriz ficou com Paulina García pelo drama chileno "Gloria", filme que encantou a crítica e o público durante a maratona cinematográfica alemã.

Já a recompensa pelo melhor roteiro foi para Jafar Panahi pelo iraniano "Closed Curtain" (Cortina Fechada). Panahi foi representado pelo seu co-diretor Kambuzia Partovi, pois o cineasta está em prisão domiciliar, condenado por veicular ideias que confrontam a visão do governo do Irã. Ele também foi proibido de filmar por 20 anos, e o fato de ter realizado "Closed Curtain" pode agravar sua situação.

A grande surpresa da noite ficou por conta do prêmio de melhor diretor, entregue ao americano David Gordon Green por "Prince Avalanche" (Príncipe Avalanche). O cineasta não era considerado um competidor sério, uma vez que se especializou em comédias ao estilo besteirol como "Sua Alteza?" e o "Baba(ca)", que foram massacradas pela crítica e ignoradas pelo público.

O juri também deu menções especiais "por sua integridade e convicção" ao americano "Promised Land" (Terra prometida) de Gus Van Sant, e a "Layla Fourie", representante da África do Sul, de Pia Marais.

Fora da mostra competitiva, o brasileiro "Você Nunca Disse Eu te Amo", de Bruno Barreto, foi o segundo filme de ficção mais votado pelo público da mostra Panorama, a seção paralela mais importante da Berlinale.

O documentário "Hélio Oiticica", de César Oiticica Filho, foi considerado pela crítica o melhor filme da mostra Forum. Além do prêmio da Fipresci (Federação Internacional de Críticos de Cinema), "Hélio Oiticica" também venceu o Caligari, concedido para filmes mais experimentais no Forum.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.