Paris terá programação especial para Noite dos Museus

Áudio 07:14
Mais de três mil museus europeus ficarão abertos na noite de 18 de maio.
Mais de três mil museus europeus ficarão abertos na noite de 18 de maio. Divulgação

A Noite Europeia dos Museus acontece no próximo dia 18 de maio em mais de 30 países. Cerca de três mil instituições terão programações especiais e permanecerão abertas aos visitantes, em sua maior parte gratuitamente, até o início da madrugada. O evento nasceu na França, onde atrai a cada ano dois milhões de pessoas. Neste programa, confira algumas opções para aproveitar a festa em Paris.

Publicidade

Pode parecer contraditório, mas o museu do Quai Branly, dedicado à arte primitiva, concebeu uma programação em torno da tecnologia e da conectividade para o próximo final de semana.

Será possível observar ao vivo e interagir com um robô que está aprendendo a apreciar a arte, em uma experiência científica sobre a criação artificial do senso estético. Outra iniciativa inédita na França, os visitantes vão encontrar pessoas que escrevem artigos na Wikipédia e, com a ajuda de especialistas, dar sua própria colaboração a essa enciclopédia participativa.

Uma experiência sensorial coletiva, um aparelho que cria uma escrita baseada nos gestos dos usuários, performances artísticas e visitas especiais do acervo também estão no menu.

Louvre

Um dos fundadores do movimento artístico Arte Povera, contra a indústria cultural e a sociedade do consumo, o pintor e escultor italiano Michelangelo Pistoletto, de 80 anos, expõe algumas de suas principais criações no Louvre até o dia 2 de setembro.

Elas estão espalhadas pelo museu e dialogam com obras-primas da pintura italiana, antiguidades gregas ou a própria arquitetura do palácio.

Um exemplo? Perto da Monalisa de Da Vinci, a pintura mais fotografada do mundo, Pistoletto instalou um de seus quadros-espelho, uma placa de inox polido na qual é impressa a imagem de uma turista tirando uma foto. A obra reflete - literalmente - a imagem e, por que não, a atitude de muitos visitantes do museu, que só enxergam a arte por meio de um visor.

Na Noite dos Museus, Michelangelo Pistoletto vai conduzir os visitantes em um passeio pelos monumentos nos arredores do Louvre com uma de suas esculturas mais conhecidas, uma gigantesca bola feita de jornais comprimidos. Ou seja, a própria imagem do presente em movimento na História.

Em Paris, muitas outras instituições terão eventos especiais para a noite de 18 de maio. No Museu d'Orsay, sete bailarinos dançarão em meio aos visitantes, sugerindo conexões inesperadas entre as obras expostas. Já a Cidade da Arquitetura e do Patrimônio propõe uma visita da sua galeria de murais e vitrais à luz de lanternas, além de shows de música e projeções de filmes sobre Chicago e Nova York. Confira o programa completo no site www.nuitdesmusees.culture.fr.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.