Cannes 2013

Diretor iraniano de "A Separação" retoma tema de divórcio em Cannes

Berenice Bejo e Ali Mosaffa em "O Passado", de Asghar Farhadi.
Berenice Bejo e Ali Mosaffa em "O Passado", de Asghar Farhadi. Carole Bethuel

Mais dois filmes que disputam a Palma de Ouro do Festival de Cinema de Cannes serão exibidos nesta sexta-feira: “Le Passe” ( “O Passado”) e “A Touch of Sin” ( “Um Toque de Pecado”). “O Passado”, em tradução livre, tem direção do iraniano Asghar Farhadi, que ficou conhecido pelo filme “A Separação”. Ele retoma o tema da ruptura de um casamento agora na França, com a chegada de um iraniano a Paris, para finalizar seu divorcio com uma francesa, que ele não vê há quatro anos.

Publicidade

A mulher é vivida pela franco argentina Berenice Bejo, que foi a estrela do filme mudo “O Artista”, Oscar de melhor filme do ano passado. Em entrevista exclusiva à Rádio França Internacional, a atriz fala que o roteiro é um thriller psicológico, com situações banais, com um clima de tensão que vai aumentando até explodir. “A direção de atores é incrível, os personagens parecem improvisar e a câmera nunca incomoda”, acrescenta Berenice.

O outro filme, “Um Toque de Pecado”, de Jia Zhang-Ke, conta a trajetória de quatro destinos em quatro áreas distintas da China contemporânea. A violência e a febre de consumo da sociedade chinesa marcam as histórias. É a terceira indicação de Jia Zhang-Ke à Palma de Ouro. Ele venceu o Leão de Ouro de Veneza em 2006, por “Em Busca da Vida”.

Na seção Um Certo Olhar, os filmes exibidos serão: “O Desconhecido do Lago”, de Alain Guiraudie, e “Miele”, estreia na direção da atriz Valeria Golino. E de noite, na praia de Cannes, ao ar livre, será exibido “O Homem do Rio”, comédia francesa de 1963, com Jean-Paul Belmondo, Françoise Dorléac e Adolfo Celi.
 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.