Acessar o conteúdo principal
Cinema/Reino Unido

Filme "12 anos de Escravidão” é o grande vencedor do Bafta britânico

Steve McQueen, diretor de "12 anos de Escravidão", vencedor do Bafta de melhor filme neste domingo, 16 de fevereiro de 2014.
Steve McQueen, diretor de "12 anos de Escravidão", vencedor do Bafta de melhor filme neste domingo, 16 de fevereiro de 2014. Reuters
Texto por: RFI
2 min

O filme “12 anos de Escravidão”, de Steve McQueen foi o grande vencedor do Bafta, o Oscar do cinema britânico. Na cerimônia realizada esta noite (16) em Londres, o longa levou as estatuetas de melhor filme e melhor ator. O filme “Gravity” também foi um dos vencedores da noite com seis troféus.

Publicidade

“12 anos de Escravidão” é baseado na história real de Solomon Northup, um músico negro americano livre que foi seqüestrado em Nova York em 1841 e escravizado durante 12 anos no sul dos Estados Unidos. O Bafta de melhor filme do ano é o segundo troféu importante do longa do diretor britânico Steve McQueen. Ele também venceu o Globo de Ouro e está em boa posição para levar o Oscar.

O ator principal de “12 anos de Escravidão”, o britânico Chiwetel Ejiofor, de 36 anos, levou o Bafta de melhor ator. Ele declarou que receber a recompensa é “uma honra e um privilégio”. O troféu de melhor atriz do ano foi para a australiana Cate Blanchett, por sua atuação em “Blue Jasmine”, de Woody Allen.

"Gravity"

A aventura espacial “Gravidade”, de Alfonso Cuaron, não foi escolhido o melhor filme do ano, mas conquistou seis Baftas. Entre eles, o de melhor diretor, melhor efeito especial e melhor fotografia.

O Bafta da British Academy Film Awards é o mais importante prêmio de cinema do Reino Unido.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.