Acessar o conteúdo principal
Museus/França

Museus franceses poderão abrir todos os dias da semana

Museu do Louvre.
Museu do Louvre. http://claudeleveque.com
1 min

O ministério da Cultura da França está estudando a possibilidade de abrir o museu do Louvre, o museu d’Orsay e o castelo de Versalhes todos o sete dias da semana, ao invés dos atuais seis. O objetivo é aumentar as receitas desses monumentos, afetados pela baixa de subsídios e acolher o número crescente de visitantes, segundo o jornal Le Figaro.

Publicidade

A inspiração vem de Londres, Nova York e Madri. Nessas duas últimas duas cidades, a iniciativa tem mostrado resultados positivos. Atualmente os museus nacionais franceses fecham na segunda ou terça-feira. Le Figaro esclarece que a ideia ainda está em estágio de reflexão e nenhuma dessas três grandes instituições quer comentar o projeto por enquanto.

O jornal lembra que, à medida que as subvenções nacionais diminuem, o afluxo de turistas aumenta nesses endereços: o Louvre recebeu 9,2 milhões de visitantes em 2013, o museu d’Orsay acolheu 3,5 milhões e Versalhes foi visitado por 7 milhões de pessoas.

Sem descanso

Em Londres, todos os grandes museus – British Museum, o National Gallery, o Tate Modern e o Tate Britain – abrem todos os dias da semana. Em Madri, o Prado adotou a medida a partir de novembro de 2011. Já em Nova York, os grandes museus deixaram de fechar um dia da semana desde o ano passado.

Segundo o órgão responsável pelo turismo de Paris, 53 museus e monumentos da capital francesa atraíram um número recorde de pessoas em 2013: 70,1 milhões.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.