Acessar o conteúdo principal

Festivais de música clássica embalam verão europeu

Áudio 09:09
O Festival de Salzburgo é um dos mais importantes do gênero na Europa.
O Festival de Salzburgo é um dos mais importantes do gênero na Europa. salzburgerfestspiele.at
Por: Silvano Mendes

Os dias de sol no hemisfério norte abrem a temporada dos festivais no velho continente. A música clássica é tradicionalmente presente na programação cultural. A Agenda Europa desta semana dá destaque para quatros dos principais eventos do gênero que pontuam o calendário nesta época do ano.

Publicidade

Os fãs de música clássica de passagem pela Europa têm, mais uma vez, uma programação rica durante o verão no hemisfério norte. Da Áustria à França, passando pela Suíça ou pela Alemanha, várias são as opções para os melômanos. O Festival de Salzburgo é talvez um dos mais conhecidos do gênero. O evento, realizado na cidade natal de Mozart, faz este ano uma homenagem ao compositor alemão Richard Strauss, que tem seu aniversário de 150 anos comemorado em 2014. O programa do festival austríaco, que conta com 270 representações durante 45 dias, vai até 31 de agosto.

Para marcar a data, Der Rosenkavalier (O Cavaleiro da Rosa) será apresentada com nove datas em agosto, sob a batuta Franz Welser-Möst. Grandes intérpretes, como Plácido Domingo, Cecilia Bartoli, Lang Lang, Zubin Mehta, Gustavo Dudamel e Elina Garanca completam a programação do glamuroso festival austríaco.

Briga de família

Katharina Wagner, bisneta de Richard Wagner, assume sozinha a direção do Festival de Bayreuth.
Katharina Wagner, bisneta de Richard Wagner, assume sozinha a direção do Festival de Bayreuth. bayreuther-festspiele.de

Outro fato que deve marcar essa temporada de música clássica do verão europeu é o fim da guerra das herdeiras de Richard Wagner pelo controle do Festival de Bayreuth, na Alemanha. O evento, que acontece na região da Baviera desde 1876, foi criado pelo próprio compositor da Cavalgada das Valquírias e tem a particularidade de ser totalmente dedicado à obra do alemão.

Katharina Wagner, bisneta do compositor, e sua meio-irmã, Eva Wagner-Pasquier, dirigiam juntas o festival desde 2008, após anos de disputas para saber quem guardaria a batuta do evento. A briga chega ao fim este ano, pois a edição que começou nesta sexta-feira (25) será a última de Eva, de 69 anos. Katharina vai assumir, sozinha, a direção do festival de Bayreuth até 2020.

Música nas montanhas

Já para quem estiver na Europa e quiser aproveitar boa música e o ar da montanha, a dica é o festival da cidade suíça de Verbier, que festeja seus 20 anos de existência. Situado nos Alpes, o evento é conhecido por promover várias atividades paralelas aos concertos, na tentativa de levar a música clássica a um público mais jovem. Além de organizar grupos de formação durante as três semanas da programação, os diretores fazem, todos os anos, o Verbier Festival Discovery, que propõe sessões de iniciação para crianças e adultos e uma série de conferências.

Esse ano, o grande destaque da abertura foi o Primeiro Concerto para piano de Tchaïkovski, interpretado pela pianista argentina Martha Argerich com o maestro Charles Dutoit. O Festival Verbier vai até o dia 3 de agosto.

O charme da Provence

A França também propõe uma série de eventos de música clássica durante o verão. O mais antigo deles é o Chorégie d’Orange, festival criado em 1869 na região da Provence.

Além de ser o veterano da programação, o evento tem a particularidade de ser realizado em um impressionante teatro romano, ao ar livre, com capacidade para receber mais de oito mil pessoas e uma imponente muralha gigante que propicia uma acústica rara para um concerto ao ar livre.

Esse ano as óperas Nabucco e Otello, do italiano Giuseppe Verdi, são os principais destaques do programa. A primeira foi interpretada na semana pssada pela Orquestra Nacional Montpellier Languedoc-Roussillon, sob a batuta do maestro israelense Pinchas Steinberg. Já em agosto será a vez de Otello ser apresentada pela Orquestra Filarmônica da Radio France, regida por Myung Whun Chung. O festival Chorégie d’Orange vai até o dia 5 de agosto.

Com seu palco em um teatro romano ao ar livre, Chorégies d'Orange é o Festival mais antigo da França, fundado em 1869.
Com seu palco em um teatro romano ao ar livre, Chorégies d'Orange é o Festival mais antigo da França, fundado em 1869. www.choregies.fr

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.