Acessar o conteúdo principal

Elenco inicia contagem regressiva para novo Guerra nas Estrelas

Cartaz de "Despertar da Força", sétimo episódio da saga Guerra nas Estrelas.
Cartaz de "Despertar da Força", sétimo episódio da saga Guerra nas Estrelas. Walt Disney
Texto por: RFI
3 min

O elenco completo do aguardado “Despertar da Força” se reuniu em Los Angeles, no domingo (6), para lançar a contagem regressiva do novo filme da saga de Guerra nas Estrelas. A estreia é dia 16 na França, 17 no Brasil e 18 nos Estados Unidos.

Publicidade

Os principais atores dos primeiros episódios – Harrison Ford (Han Solo), Carrie Fisher (princesa Leia) e Mark Hamill (Luke Skywalker) – se juntaram aos intérpretes da sétima parte da saga para uma sessão de promoção. A história de “Despertar da Força”, assim como as filmagens, foram mantidas em segredo.

“Eu quis guardar a surpresa para o público”, explicou o diretor J.J. Abrams, que tem a responsabilidade de levar adiante a história de um dos maiores fenômenos cinematográficos de todos os tempos, iniciado por George Lucas em 1977. A Disney investiu US$ 4,4 bilhões pelos direitos de fazer as próximas sequências.

Abrams prometeu que “Despertar da Força” não vai ser uma “viagem nostálgica” sobre as trajetórias dos irmãos Leia e Luke e a transformação do pai da dupla, Anakin Skywalker no vilão Darth Vader.

Filmagem foi mantida em segredo

Poucos detalhes foram liberados sobre o novo filme; sabe-se que o episódio acontece 30 anos após o final de “O Retorno do Jedi” (1983), terceira parte da trilogia inicial. Outra trilogia surgiu entre 1999 e 2005, contando cronologicamente o que teria passado antes dos primeiros episódios. O segundo trio de aventuras, no entanto, não fez tanto sucesso quanto o primeiro.

Outros personagens igualmente míticos estiveram presentes no evento: o robô C-3PO e Chewbacca, o gigante peludo, amigo fiel de Han Solo.

Para viver os novos personagens, foram convidados atores como Oscar Isaac e Lupita Nyong’o, além de novatos como John Boyega e Daisy Ridley.

Milhões de fãs pelo mundo

Guerra nas Estrelas é uma história também de sucesso de marketing. As previsões são de que o novo episódio possa gerar até US$ 5 bilhões em produtos derivados. A epopeia espacial tem milhões de fãs pelo mundo todo, além de fãs clubes, exposições internacionais e até um dia internacional dedicado ao tema.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.