Acessar o conteúdo principal
Dia dos Namorados

Saiba porque São Valentim é o patrono dos namorados

Mairie de Paris
Texto por: RFI
3 min

O Dia dos Namorados é comemorado no 14 de fevereiro na França e em vários países do mundo, principalmente anglo-saxões. A data é festejada no dia de São Valentim, um padre católico que desobedeceu as ordens de um imperador no século 3 e continuou celebrando casamentos. A comemoração também estaria associada a uma festa pagã, realizada na Roma Antiga em homenagem ao deus da fecundidade. A tradição manda que neste dia os apaixonados troquem presentes, mensagens afetuosas e reafirmem seu amor em passeios românticos e jantares à luz de velas.

Publicidade

São Valentim, o patrono dos apaixonados, viveu no século 3 e foi executado no dia 14 de fevereiro de 270 por ter desobedecido as ordens do imperador Cláudio II. Era um tempo de guerra e o soberano proibiu os casamentos para preservar os homens para os campos de batalha. O padre continuou casando os amantes em segredo, foi descoberto e condenado à morte. Segundo a lenda, na prisão, ele realizou um milagre ao fazer a filha cega de seu carcereiro enxergar. Em agradecimento, a jovem cuidou de Valentim até a sua decapitação. Antes de morrer, o ele enviou a jovem um cartão assinado "Teu Valentim", lançando a tradição das mensagens afetuosas na data.

Mas a festa dos namorados teria também origem na celebração pagã dedicada a Fauno, o deus da fertilidade, que era realizada na Roma Antiga no dia 15 de fevereiro. Os festejos eram encerrados com um grande banquete quando os homens sorteavam mulheres com quem iram passar a noite. Esses encontros fortuitos se transformavam as vezes em relações amorosas ou em casamentos. No final do século 5, o papa Gelásio I proibiu a festa e decidiu comemorar o São Valentim, mártir que passou a ser considerado o patrono dos apaixonados pela igreja Católica, um dia antes, no 14 de fevereiro.

A tradição teria ainda sua origem na Grã-Bretanha. A partir do século 14, se começou a comemorar o dia dos namorados no 14 de fevereiro no país porque, segundo a crença popular, nesta data começa a temporada de reprodução dos pássaros.

O dia dos namorados do século 21

Hoje, a maioria desses rituais foi esquecida. O Dia dos Namorados é principalmente uma festa comercial que dá lucro a floriculturas, lojas de chocolates e bijuterias, mas que não deixa de alegrar o ser amado presenteado. A data é muito popular na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos. No Brasil, vale lembrar, o Dia dos Namorados é celebrado em 12 de junho, véspera de Santo Antônio.

Na "romântica" França, uma pesquisa, realizada na semana passada, indica que somente 18% dos franceses tem apego ao dia de São Valentim. Apenas 3 em cada 10 entrevistados vão festejar a data este ano. Aproveitando o clima romântico, a sondagem também quis saber qual é a música de amor preferida dos franceses. A vencedora foi "L'hymne à l'amour", de Edith Piaf.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.