Acessar o conteúdo principal
Suíça/ Literatura

Paulo Coelho é a estrela do Salão do Livro de Genebra

Exposição traz documentos e fotos pessoais de Paulo Coelho, jamais mostradas ao público.
Exposição traz documentos e fotos pessoais de Paulo Coelho, jamais mostradas ao público. Pierre Albouy/ Salão do Livro de Genebra
Texto por: RFI
2 min

A 30ª edição do Salão do Livro de Genebra homenageia o escritor brasileiro Paulo Coelho, que mora na cidade suíça há 10 anos e é presenteado com uma exposição completa sobre a sua trajetória. O evento ocorre neste fim de semana e vai contar com a presença de Coelho no domingo (1º), na primeira aparição em público do autor neste ano.

Publicidade

A mostra ocupa 600 metros quadrados do salão. Pelos seus corredores, o visitante pode desvendar detalhes em geral desconhecidos dos leitores sobre o percurso por vezes tumultuado do escritor mais lido do mundo. O brasileiro, por exemplo, foi preso durante a ditadura militar no país, como comprova a ficha da prisão de Coelho, exibida na exposição.

“A exposição nos permite ir além das aparências. São coisas que jamais foram mostradas ao público”, disse a presidente do Salão do Livro de Genebra, Isabelle Falconnier. “Há cerca de um ano e meio, ele trouxe para cá todos os seus arquivos e documentos pessoais, que eu acho que permanecerão em Genebra. É isso que torna essa exposição única.”

Munida desse rico acervo, com manuscritos, fotos, objetos e documentos pessoais, “O Mundo de Paulo Coelho” percorre a longa parceria entre o escritor e o cantor Raul Seixas e desvenda o modo de vida em ritmo desacelerado do autor de O Alquimista. “Todas as manhãs, ele pratica arco e flecha ‘zen’, o que é um reflexo da personalidade dele”, observa Falconnier, lembrando que o brasileiro só se tornou escritor aos 40 anos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.