Acessar o conteúdo principal
Cannes

Mulheres são destaque na Quinzena de Realizadores do Festival de Cannes

Cartaz da Quinzena de Realizadores do Festival de Cannes
Cartaz da Quinzena de Realizadores do Festival de Cannes Divulgação
Texto por: Silvano Mendes
3 min

 Foi divulgada nesta quinta-feira (20) a lista de 19 filmes que vão competir na Quinzena de Realizadores, mostra paralela do Festival Internacional de Cinema de Cannes. A seleção desta 70ª edição é marcada por uma forte presença de diretoras. O Brasil será representado com um curta-metragem.

Publicidade

 Como na seleção de filmes para a Palma de Ouro, a “Quinzena” este ano contará com uma participação importante de filmes franceses e norte-americanos. Índia e China ficaram fora da lista e a América Latina é cada vez menos presente. Porém, a particularidade desta 70ª edição de Cannes é que dos 19 longas escolhidos para esta mostra, sete foram assinados por diretoras.

Entre as francesas, Claire Denis apresentará a comédia “Un beau soleil intérieur” que conta no elenco com nomes de peso, como Gérard Depardieu, Juliette Binoche e Valeria Bruni Tedeschi, irmã de Carla Bruni. O filme se inspirou no livro “Fragmentos de um discurso amoroso” de Roland Barthes. Já Carine Tardieu concorre com “Ôtez-moi d'un doute”, enquanto Sonia Kronlund leva para Cannes “Nothingwood”, um documentário sobre o diretor de cinema afegão Salim Shaheen.

Um dos filmes mais esperados da “Quinzena” é “Jeannette, l'enfance de Jeanne d'Arc”, de Bruno Dumont. A comédia musical, adaptada de uma peça de teatro, promete contar de forma diferente a história da infância da heroína francesa morta na fogueira em 1431.

A América Latina será representada pela colombiana Natalia Santa, com "La Defensa del dragón", a Ásia pela indonésia Mouly Surya, com "Marlina si pembunuh dalam empat babak", e o continente africano pela zambiana Rungano Nyoni, com "I am not a witch". A lista de diretoras é completada pela sino-americana Chloé Zhao, que concorre com "The Rider", um longa que se passa no mundo do rodeo com uma tribo de indígenas norte-americanos.

Brasil na lista de curtas

O Brasil tem uma participação tímida nesta edição de Cannes. Na Quinzena do Realizadores, o país será representado apenas pelo curta "Nada", dirigido por Gabriel Martins, um dos criadores da produtora mineira Filmes de Plástico. Além disso, os brasileiros estarão na Côte d’Azur com o curta “Vazio do Lado de Fora”, de Eduardo Brandão Filho, da Universidade Federal Fluminense. A produção nacional foi escolhida entre os filmes da Cinéfondation, projeto que reúne trabalhos de alunos feitos em universidades de cinema.
A 70ª edição do Festival Internacional de Cinema de Cannes acontece entre 17 e 28 de maio.

Seleção de longas

A Ciambra - Jonas Carpignano
Alive in France - Abel Ferrara
L’Amant d’un Jour - Philippe Garrel
Bushwick - Cary Murnion & Jonathan Milott
Cuori Puri - Roberto De Paolis
The Florida Project - Sean Baker
Frost - Sharunas Bartas
I am not a Witch - Rungano Nyoni
Jeannette, l’enfance de J’eanne D’Arc - Bruno Dumont
L’Intrusa - Leonardo Di Costanzo
La Defensa del Dragón - Natalia Santa
Marlina si Pembunuh Dalam Empat Babak - Mouly Surya
Mobile Homes - Vladimir de Fontenay
Nothingwood - Sonia Kronlund
Ôtez-moi d’un Doute - Carine Tardieu
Patti Cake$ - Geremy Jasper
The Rider - Chloé Zhao
Un Beau Solei Intérieur - Claire Denis
West of the Jordan River - Amos Gitai

Seleção de Curtas

Água Mole - Laura Goncalves & Alexandra Ramires (xà)
La Bouche - Camilo Restrepo
Copa-Loca - Christos Massalas
Crème de Menthe - David Philippe Gagné & Jean-Marc E. Roy
Farpões, Baldios - Marta Mateus
Min Börda - Niki Lindroth von Bahr
Nada - Gabriel Martins
Retour à Geneo City - Benoit Grimalt
Tijuana Tales - Jean-Charles Hue
Trešnje - Dubravka Turić

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.