Acessar o conteúdo principal
RFI Convida

Festival de cinema celebra na Itália a diversidade do Brasil

Áudio 07:08
Vanessa Mastrocessario Silva, presidente da Associação Cultural Abaporu
Vanessa Mastrocessario Silva, presidente da Associação Cultural Abaporu Divulgação
Por: Silvano Mendes
10 min

Começa nesse sábado (7) na cidade de Bari, na região da Puglia, no sul da Itália, o Bari Brasil Film Festival. O evento, promovido pela Associação Cultural Abaporu, tem como proposta mostrar as diferentes facetas do cinema brasileiro.

Publicidade

Depois do sucesso da primeira edição, o festival se amplia e será realizado entre 7 e 11 de outubro em Bari, e nos dias 14 e 15 de outubro em Matera, também no sul do país. A programação é diversificada, com a projeção de filmes como “Elis”, que contará com a presença do diretor Hugo Prata, "Nise - O Coração da Loucura”, "Big Jato”, “Aquarius”, ou ainda o documentário "Chico - Artista brasileiro".

Segundo Vanessa Mastrocessario Silva, diretora artística do festival e presidente da Associação Cultural Abaporu, a particularidade do evento é apresentar apenas filmes legendados – algo raro nas salas de cinema italianas. Além disso, praticamente todas as produções projetadas são inéditas na Itália.

Mas o evento, cujo tema este ano é a “Inclusão”, também tem uma dimensão social. Um bom exemplo é a participação, nesta sexta-feira (6), véspera da abertura oficial, da Accademia Cinema Ragazzi, um laboratório de formação cinematográfica e espaço de agregação social e cultural em um bairro carente de Bari.

Porém, a diretora não considera que organiza um evento militante. “Eu não diria que somos engajados. Não temos uma orientação política. Mas nosso objetivo nessa edição é refletir sobre o tema da imigração”, comenta. Principalmente em um contexto de crise migratória no continente europeu.

“O Brasil foi formado por tantas culturas e, apesar dessa diversidade cultural, com turcos, japoneses, alemães e italianos, todos se sentem brasileiros. Então queríamos oferecer o Brasil como um exemplo para uma reflexão de como seria possível integrar essas culturas diferentes. O filme “Era o Hotel Cambridge", por exemplo, entra nessa reflexão dos refugiados”, explica a diretora artística do Bari Brasil Film Festival e presidente da Associação Abaporu

Clique na foto acima para ouvir a entrevista completa.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.