Acessar o conteúdo principal

Madonna revela que foi contaminada pelo coronavírus durante sua última turnê em Paris

Madonna confirmou, em uma publicação em sua conta no Instagram, que foi infectada pelo novo coronavírus durante a turnê "Madame X" em Paris, entre o final de fevereiro e o início de março deste ano.
Madonna confirmou, em uma publicação em sua conta no Instagram, que foi infectada pelo novo coronavírus durante a turnê "Madame X" em Paris, entre o final de fevereiro e o início de março deste ano. AFP - FRANCOIS GUILLOT
Texto por: RFI
3 min

Nem mesmo a rainha do pop escapou do coronavírus. Em sua conta no Instagram, a cantora americana Madonna revelou na quarta-feira (6) ter sido contaminada durante sua última turnê em Paris, entre o final de fevereiro e o começo de março.

Publicidade

“Não estou doente neste momento”, escreveu Madonna. A cantora de 61 anos explicou que, recentemente, testou positivo para anticorpos ao coronavírus.

“Quando você testa positivo para anticorpos isso quer dizer que você teve o vírus, como eu claramente tive quando fiquei doente no final de minha turnê em Paris há sete semanas”, reiterou em seu post no Instagram, onde tem mais de 15 milhões de seguidores.

A estrela também revelou que, além dela, vários artistas que faziam parte do espetáculo também apresentaram sintomas da doença, mas ninguém suspeitou que pudesse estar contaminado com a Covid-19.

No primeiro show da turnê “Madame X” em Paris, em 22 de fevereiro, a cantora subiu no palco com três horas e meia de atraso, gerando especulações na época sobre sua saúde e problemas técnicos na emblemática sala Grand Rex, que abrigou o evento.

“Todos pensávamos que tivéssemos uma gripe muito forte. Graças a Deus estamos todos saudáveis e bem agora”, comemorou.

Os últimos quatro shows da turnê de Madonna em Paris, no início de março, tiveram de ser cancelados. Na época, o governo francês anunciou a proibição de espetáculos e eventos com grandes aglomerações para tentar evitar a propagação do coronavírus.

Doação de US$ 1,1 milhão para vacina contra a Covid-19

Madonna publicou a mensagem junto a um print de uma matéria publicada pelo site Interesting Engineering sobre a arrecadação mundial de fundos realizada, nesta semana, pela Comissão Europeia para o desenvolvimento de uma vacina contra o coronavírus.

A artista americana participou da iniciativa doando US$ 1,1 milhão. No total, a coleta angariou € 7,4 bilhões, com doações de governos, filantropos, organizações e celebridades. “Sou grata por poder apoiar a pesquisa para encontrar a cura para a Covid-19!”, afirma a rainha do pop.

A cantora também explica no post que seu objetivo, com a publicação, era “esclarecer as coisas para pessoas que preferem acreditar em manchetes sensacionalistas”. Vários rumores sobre o estado de saúde de Madonna ganharam espaço em sites de celebridades nos últimos dias depois que ela publicou um misterioso vídeo em sua conta no Instagram, junto com a legenda “Diário da Quarentena”.

Voir cette publication sur Instagram

#staysafe #staysane

Une publication partagée par Madonna (@madonna) le

A exemplo de Madonna, várias outras personalidades anunciaram nas redes sociais terem sido contaminadas pelo coronavírus, como o ator Tom Hanks, a cantora Pink, o cantor Sam Smith e a escritora J.K. Rowling, autora da saga Harry Potter. Na esfera política, a doença não poupou o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e da Rússia, Mikhail Michustine. Além deles, o princípe Charles e o príncipe Albert de Mônaco também testaram positivo à Covid-19.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.