Acessar o conteúdo principal

Morre compositor italiano Ennio Morricone aos 91 anos

O compositor italiano Ennio Morricone, em Helsinki, em 30 de novembro de 2016.
O compositor italiano Ennio Morricone, em Helsinki, em 30 de novembro de 2016. Heikki Saukkomaa / Lehtikuva / AFP
Texto por: RFI
2 min

Autor de trilhas sonoras que marcaram a história do cinema, Ennio Morricone morreu nesta segunda-feira (6), em Roma, aos 91 anos. Ele foi responsável pela composição e arranjo de mais de 500 músicas para filmes e séries de televisão.

Publicidade

Morricone ganhou notoriedade internacional com trilhas dos chamados “faroestes italianos”, principalmente dirigidos por Sergio Leone, como “Por um Punhado de Dólares” (1964), “Por uns Dólares a Mais” (1965), “Era uma Vez no Oeste” (1958) e “Uma Vez na América” (1984), entre outros.

O compositor ganhou apenas um Oscar em toda a carreira, pela música de “Os Oito Odiados”, de Quentin Tarantino, em 2016. Morricone também compôs a trilha de “Bastardos Inglórios”, de 2009, também de Tarantino.

Morricone estava internado em uma clínica da capital italiana, onde foi hospitalizado após uma queda que levou à fratura de um fêmur. Ele “morreu na madrugada do dia 6 de julho, no conforto da fé”, segundo um comunicado do advogado e amigo da família Giorgio Assuma, citado pela imprensa italiana.

Ele estava “lúcido e mostrou grande dignidade até o momento final”, diz o anúncio.

“Adeus maestro e obrigado pelas emoções que você nos proporcionou”, declarou pelo Twitter o ministro italiano da Saúde, Roberto Speranza.

Oscar honorário

Antes de ganhar o Oscar – e o Globo de Ouro – em 2016, Morricone, nascido em Roma filho de um trompetista, foi indicado outras cinco vezes antes pela Academia americana. O reconhecimento tardio veio em 2007, com um Oscar pelo conjunto de seu trabalho.

O compositor também ficou conhecido por outras obras-primas como “Dias do Paraiso” (1978), “A Missão” (1986) e “Os Intocáveis” (1987).

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.