‘Gender-neutral’: Berlinale agora não terá mais distinção de gênero nas premiações

Festival de cinema de Berlim abandona premiações com distinção entre feminino e masculino.
Festival de cinema de Berlim abandona premiações com distinção entre feminino e masculino. AP - Britta Pedersen

A Berlinale, um dos principais festivais de cinema do mundo, declarou que não vai mais premiar atores separadamente de acordo com seu gênero. O anúncio foi feito pela organização do festival nesta segunda-feira (24) na capital alemã, para incentivar a igualdade entre intérpretes homens e mulheres. O festival vislumbra, além disso, um cenário mais otimista para a evolução da pandemia em 2021, prevendo, a princípio, um evento “presencial” em Berlim entre 11 e 21 de fevereiro, com “medidas de segurança que garantam a proteção de todos os convidados”.

Publicidade

Gender-neutral (“Sem gênero” ou "neutralidade de gêneros", na expressão em inglês que marca o manifesto pela igualdade): esta é a palavra de ordem para a Berlinale 2021, que não apenas traz novidades como essa no cardápio, como também desafia previsões mais pessimistas para a evolução da pandemia de Covid-19 no mundo em 2021.

A organização do festival anunciou ainda que o evento será “físico e não virtual”, com “todas as medidas de segurança necessárias” no contexto de evolução da pandemia. A programação completa será revelada nas próximas semanas. Ajustes "na estrutura do festival, na programação de filmes e no número total de filmes apresentados" serão definidos "nas próximas semanas", disse ainda a organização do evento.

A partir do próximo ano, os Ursos de Prata de interpretação serão concedidos à “melhor performance em papel principal e coadjuvante”, ao invés dos tradicionais "melhor atriz" e "melhor ator".

A mudança revela o desejo da organização do festival de se alinhar com as novas tendências no que diz respeito à igualdade de gêneros. “Deixar de separar os prêmios de acordo com o gênero dos atores é um sinal para uma consciência mais equitativa na indústria do cinema”, explicaram os dois diretores do festival, Mariette Rissenbeek e Carlo Chatrian.

Além disso, um novo Urso de Prata "Prêmio do Júri " também será concedido em 2021. Em comunicado oficial, a organização da Berlinale afirmou que a antiga premiação "Alfred Bauer" do festival foi suspensa em 2020, devido à "novas descobertas sobre o posicionamento do primeiro diretor da Berlinale, Alfred Bauer, sob o nacional-socialismo [o nazismo alemão]".

"Este prêmio não será mais concedido no futuro. Um estudo histórico sobre Alfred Bauer, conduzido por um expert independente, estará disponível no fim de agosto e será publicado pela organização", diz o texto.

Um dos maiores festivais do cinema mundial

Ao lado de Cannes e Veneza, a Berlinale é um dos maiores festivais de cinema do mundo, organizado todos os anos em fevereiro. A edição 2020 aconteceu na capital alemã, ao contrário da versão francesa, que teve que ser cancelada devido à disseminação do coronavírus. O festival italiano deve anunciar a realização de seu evento presencial na próxima semana, sob um rígido protocolo sanitário.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.